"Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um vaga-lume. Ele fugia com medo da feroz predadora, mas a cobra não desistia. Um dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra: - Posso fazer três perguntas? - Podes. Não costumo abrir esse precedente, mas já que te vou comer, podes perguntar. - Pertenço à tua cadeia alimentar? - Não. - Fiz-te alguma coisa? - Não. - Então porque é que me queres comer? - PORQUE NÃO SUPORTO VER-TE BRILHAR!!! E é assim.... Desconhecido
(...) Comecei a ficar mais atenta às verdadeiras razões dos meus choros, que, aliás, costumam ser raros. Já aconteceu de eu quase chorar por ter tropeçado na rua, por uma coisa à-toa. É que, dependendo da dor que você traz dentro, dá mesmo vontade de aproveitar a ocasião para sentar no fio da calçada e chorar como se tivéssemos sofrido uma fratura exposta. Qualquer coisa pode servir de motivo. Chorar porque fomos multados, porque a empregada não veio, porque o zíper arrebentou bem na hora de sairmos pra festa. Que festa, cara-pálida? Por dentro, estamos em pleno velório de nós mesmos, chorando nossa miséria existencial, isso sim. Não pretendo soar melodramática, mas é que tem dias em que a gente inventa de se investigar, de lembrar dos sonhos da adolescência, de questionar nossas escolhas, e descobre que muita coisa deu certo, e outras não. Resolve pesar na balança o que foi privilegiado e o que foi descartado, e sente saudades do que descartou. Normal, normalíssimo. São aqueles momentos em que estamos nublados, um pouco mais sensíveis do que gostaríamos, constatando a passagem do tempo. Então a gente se pergunta: o que é que estou fazendo da minha vida? Vá que tudo isso passe pela sua cabeça enquanto você está trabalhando no computador. De repente, a conexão cai, e em vez de desabafar com um simples palavrão, você faz o quê? Cai no berreiro. Evidente. Eu sorrio muito mais do que choro, razões não me faltam para ser alegre, mas chorar faz bem, dizem. Eu não gosto. Meu rosto fica inchado e o alívio prometido não vem. Em público, então, sinto a maior vergonha, é como se estivesse sendo pega em flagrante delito. O delito de estar emocionada. Mas emocionar-se não é uma felicidade? Neste admirável mundo de contradições em que a gente vive, podemos até não gostar de chorar, mas trata-se apenas da nossa humanidade se manifestando: a conexão do computador, às vezes, cai; por outro lado, a conexão conosco mesmo, às vezes, se dá. Sendo assim, sou obrigada a reconhecer: chorar faz bem, não importa o álibi. É sempre a dor do crescimento. Martha Medeiros
2 Samuel 6
A arca é trazida para Jerusalém
1 De novo Davi reuniu os melhores guerreiros de Israel, trinta mil ao todo.
2 Ele e todos os que o acompanhavam partiram para Baalá, em Judá, para buscar a arca de Deus, arca sobre a qual é invocado o Nome, o nome do Senhor dos Exércitos, que tem o seu trono entre os querubins acima dela.
3 Puseram a arca de Deus num carroção novo e a levaram da casa de Abinadabe, na colina. Uzá e Aiô, filhos de Abinadabe, conduziam o carroção
4 com a arca de Deus; Aiô andava na frente dela.
5 Davi e todos os israelitas iam cantando e dançando perante o Senhor, ao som de todo tipo de instrumentos de pinho: harpas, liras, tamborins, chocalhos e címbalos.
6 Quando chegaram à eira de Nacom, Uzá esticou o braço e segurou a arca de Deus, porque os bois haviam tropeçado.
7 A ira do Senhor acendeu-se contra Uzá por seu ato de irreverência. Por isso Deus o feriu, e ele morreu ali mesmo, ao lado da arca de Deus.
8 Davi ficou contrariado porque o Senhor, em sua ira, havia fulminado Uzá. Até hoje aquele lugar é chamado Perez-Uzá.
9 Naquele dia Davi teve medo do Senhor e se perguntou: "Como vou conseguir levar a arca do Senhor?"
10 Por isso ele desistiu de levar a arca do Senhor para a Cidade de Davi. Em vez disso, levou-a para a casa de Obede-Edom, de Gate.
11 A arca do Senhor ficou na casa dele por três meses, e o Senhor o aben­çoou e a toda a sua família.
12 E disseram ao rei Davi: "O Senhor tem abençoado a família de Obede-Edom e tudo o que ele possui, por causa da arca de Deus". Então Davi, com grande festa, foi à casa de Obede-Edom e ordenou que levassem a arca de Deus para a Cidade de Davi.
13 Quando os que carregavam a arca do Senhor davam seis passos, ele sacrificava um boi e um novilho gordo.
14 Da­vi, vestindo o colete sacerdotal de linho, foi dançando com todas as suas forças perante o Senhor,
15 en­quanto ele e todos os israelitas levavam a arca do Senhor ao som de gritos de alegria e de trombetas.
16 Aconteceu que, entrando a arca do Senhor na Cidade de Davi, Mical, filha de Saul, observava de uma janela. E, ao ver o rei Davi dançando e celebrando perante o ­Senhor, ela o desprezou em seu coração.
17 Eles trouxeram a arca do Senhor e a colocaram na tenda que Davi lhe havia preparado; e Davi ofereceu holocaustos e sacrifícios ­de comunhão perante o Senhor.
18 Após­ oferecer os holocaustos e os sacrifícios de comunhão, ele abençoou o povo em nome do Senhor dos Exércitos
19 e deu um pão, um bolo de tâmaras e um bolo de uvas passas a cada homem e a cada mulher israelita. ­Depois todo o povo partiu, cada um para a sua casa.
20 Voltando Davi para casa para aben­çoar sua família, Mical, filha de Saul, saiu ao seu encontro e lhe disse: "Como o rei de Israel se destacou hoje, tirando o manto na frente das escravas de seus servos, como um homem vul­gar!"
21 Mas Davi disse a Mical: "Foi perante o Senhor que eu dancei, perante aquele que me escolheu em lugar de seu pai ou de qualquer outro da família dele, quan­do me designou soberano sobre o povo do Senhor, sobre Israel; perante o Senhor celebrarei
22 e me rebaixarei ainda mais, e me humilharei aos meus próprios olhos. Mas serei honrado por essas escravas que você mencionou".
23 E até o dia de sua morte, Mical, filha de Saul, jamais teve filhos.
Bíblia
26/01/2018
Bom dia boa semana que se inicia
Oneroso é o caminho da perfeição,
exige esforço, concentração e muita força de vontade.
A cada momento a vida nos oferece
meios e maneiras, pessoas e lugares,
que nos farão sempre visualizar o caminho do bem e do amor.
Há um tempo somos alheios aos problemas que nos assolam,
e à outro passamos a tomar conciência de nossos deveres e obrigações
e por fim, encontramos a via que nos conduz a objetivos
e realizações desejadas.
De livre e plena vontade abraçamos o que nos convier,
escolhendo entre unir ou se isolar,
chegar ou sair, fazer ou ignorar.
chorar ou sorrir, amar ou desamar
Enfim: Vamos fazer valer nossa missão e objetivo de vida!
"Boa semaninha que se inicia e que venha com alegria e amor!"
antonio carlos
20 MANTRAS MATINAIS PARA INICIAR UM GRANDE DIA
1. Hoje, vou escolher a felicidade.
2. Eu sou o suficiente.
3. Hoje, vou impactar positivamente o dia de alguém.
4. Hoje, aceitarei o que é, em vez de se ressentir o que não é.
5. Apenas estar vivo é uma coisa maravilhosa.
6. Que eu possa ser feliz. Que eu seja saudável. Que eu seja criativo. Que eu fique à vontade.
7. Eu sou grato por tudo o que tenho.
8. Hoje, vou respirar fundo e ir devagar.
9. Fazer o meu melhor é o suficiente.
10. Inspire alegria e força, expire sabedoria e paz.
11. Eu escolho acreditar em abundância, e aceitar essa crença como a minha realidade.
12. A vida é curta. Vamos fazer acontecer.
13. Seja mais forte do que suas desculpas.
14. Eu estou satisfeito. Eu sou destemido.
15. As coisas que me fazem diferente são as coisas que me fazem, eu.
16. Concentre-se em como você quer se sentir, não no que você deseja alcançar.
17. Eu honro o meu espírito e confio nas minhas vibrações.
18. Não adie a alegria.
19. Tudo o que eu estou procurando já está dentro de mim.
20. Eu serei grato por este dia.
Quando um pensamento negativo vier em sua mente, diga o mantra que o desafie. Quando se sentir cansada, diga a si mesma para ser mais forte do que suas desculpas. Lembre-se de ser grata, respirar profundamente, ir devagar, viver com simplicidade. Você é o suficiente. Este mundo é belo. Você escolhe a felicidade.
Desconhecido
A corrida acabou
Autor: LCF
1
Como tudo tem um início;
2
O seu fim acaba por chegar;
3
Há quem queira permanecer neste mundo;
4
E há quem não possa cá ficar.
5
Intermináveis experiências são vividas;
6
Muitas oportunidades são concedidas;
7
Uma pessoa que não as agarrou;
8
Indiscutivelmente falhou.
9
Vi o meu nascer;
10
Escutarei o meu viver;
11
Observarei o meu aprender;
12
Esperarei pelo meu morrer.
13
Para um lugar melhor, partirei;
14
Lá, de certeza, serei amado;
15
Pois a corrida acabou;
16
O percurso está terminado.
LCF
A confiança só será possível se primeiro tiver confiança em si próprio. E isto deve começar por acontecer dentro de si. Se tiver confiança em si próprio, poderá ter confiança em mim, poderá ter confiança nas pessoas, poderá ter confiança na existência. Mas, se não tiver confiança em si próprio, então nunca mais será possível ter confiança em mais ninguém. E a sociedade corta a confiança pela raiz. Não permite que você confie em si próprio. Ensina-lhe todo o tipo de confiança - confiança nos pais, confiança na Igreja, confiança no Estado, confiança em Deus, ad infinitum. Mas a confiança básica é completamente destruída. E depois qualquer outra confiança será uma impostura, estará destinada a ser uma impostura. E então qualquer outra confiança não passará de meras flores de plástico. Não há em si raízes verdadeiras que lhe permitam fazer nascer flores verdadeiras.
A sociedade faz isso deliberadamente, de propósito, porque um homem que confie em si próprio é perigoso para a sociedade - uma sociedade que depende da escravidão, uma sociedade que investiu demasiadamente na escravidão. Um homem que confie em si próprio é um homem independente. É impossível fazer previsões a seu respeito, ele movimentar-se-á conforme quiser. A liberdade será a sua vida. Confiará quando sente, quando ama e, nesse caso, a sua confiança conterá em si uma grande intensidade e verdade. Então a sua confiança será viva e autêntica. E ele estará pronto a correr todos os riscos pela sua confiança - mas só e apenas quando ele a sente, apenas quando ela é verdadeira, apenas quando ela mexe com o seu coração, apenas quando ela mexe com a sua inteligência e com o seu amor. Não se pode forçar esse homem a ter qualquer espécie de crença.
Osho
A pessoa precisa começar observando o corpo, caminhando, sentando, indo pra cama, comendo. A pessoa deveria começar pelo mais sólido, pois isso é mais fácil, e então deveria se mover para experiências mais sutis.
A pessoa deveria começar observando pensamentos, e quando ela ficar especialista em observar pensamentos, então deveria começar a observar sentimentos.
Depois que você sentir que pode observar sentimentos, então deveria começar a observar seus estados de ânimo, ainda mais sutis e vagos que seus sentimentos.
O milagre do observar é o de que enquanto você observa seu corpo, seu observador se torna mais forte. Enquanto você observa os pensamentos, seu observador se torna mais forte ainda. Enquanto você observa os sentimentos, o observador se torna ainda mais forte. Quando você observa seus estados de ânimo, o observador é tão forte que pode permanecer ele mesmo.
Observar a si mesmo é como uma vela numa noite escura que ilumina não apenas tudo à volta, mas também a si mesma.
Observar é um processo eterno, você sempre vai se aprofundando, mas nunca chega ao fim. Quanto mais fundo você for, mais fica consciente de que entrou num processo eterno, sem nenhum começo e nenhum fim.
frase
A síndrome dos 20 e tantos anos
"Quando você chega nos 20, começa a se dar conta de que seu círculo de amigos é menor do que há alguns anos. Dá-se conta de que é cada vez mais difícil vê-los e organizar horários por diferentes questões: trabalho, estudo, namorado(a) Etc. E cada vez desfruta mais dessa Cervejinha que serve como desculpa para conversar um pouco.
As multidões já não são ‘tão divertidas’, às vezes até lhe incomodam. Mas começa a se dar conta de que enquanto alguns eram verdadeiros amigos, outros não eram tão especiais. Depois de tudo você começa a perceber que algumas pessoas são egoístas e que, talvez, esses amigos que você acreditava serem próximos não são exatamente as melhores pessoas. Ri com mais vontade, mas chora com menos lágrimas e mais dor. Partem seu coração e você se pergunta como essa pessoa que amou tanto e te achou o maior infantil, pôde lhe fazer tanto mal?.
Parece que todos que você conhece já estão namorando há anos e alguns começam a se casar, e isso assusta! Sair três vezes por final de semana lhe deixa esgotado e significa muito dinheiro para seu pequeno salário. Olha para o seu trabalho e talvez não esteja nem perto do que pensava que estaria fazendo. Ou, talvez, esteja procurando algum trabalho e pensa que tem que começar de baixo e isso lhe dá um pouco de medo.
Dia a dia você trata de começar a se entender, sobre o que quer e o que não quer. Suas opiniões se tornam mais fortes. Vê o que os outros estão fazendo e se encontra julgando um pouco mais do que o normal, porque, de repente, você tem certos laços em sua vida e adiciona coisas a sua lista do que é aceitável e do que não é. Às vezes, você se sente genial e invencível, outras… Apenas com medo e confuso.
De repente você trata de se obstinar ao passado, mas se dá conta de que o passado só se distancia cada vez mais e que não há outra opção a não ser continuar avançando. Você se preocupa com o futuro, empréstimos, dinheiro… E com construir uma vida para você. E enquanto ganhar a carreira seria grandioso, você não queria estar competindo nela.
O que, talvez, você não se dê conta, é que todos que estamos lendo esse texto nos identificamos com ele. Todos nós que temos ‘vinte e tantos’ e gostaríamos de voltar aos 15-16 algumas vezes. Parece ser um lugar instável, um caminho de passagem, uma bagunça na cabeça…Mas TODOS dizem que é a melhor época de nossas vidas e não temos que deixar de aproveitá-la por causa dos nossos medos… Dizem que esses tempos são o cimento do nosso futuro. Parece que foi ontem que tínhamos 16... Então, amanha teremos 30?!?!
Assim tão rápido?!?"
Desconhecido
A única maneira de ter amigos é ser amigo.
"A verdadeira alegria, crê-me, é coisa muito séria.
"Os homens dividem-se em dois grupos: os que seguem em frente e fazem alguma coisa, e os que vão atrás a criticar."
"Se não sabes a que porto te diriges, nenhum vento te será favorável."
"Apressa-te a viver bem e pensa que cada dia é, por si só, uma vida."
"Feliz é quem está contente com a sua sorte atual, seja ela qual for, e ama o que tem."
"Se queres viver feliz, não te importes com que te julguem tolo. "
"O homem poderoso é o que tem poder sobre si mesmo."
frase
Acabou nao, é o começo o mais importante da vida nao é a situaçao em que estamos,mas à direçao para a qual nos movemos.estamos ligados desde do primeiro dia das nossas vidas, quando estamos sozinhos, somos pela metade,quando somos dois,somos um.
quando deixamos de ser um dos dois,nao somos nem a metade que começamos a historia....a nossa historia de vida de amor,requer um certo tempo para ser construida,e as que dao certo sao aquelas vividas com paciencia,com o espirito aberto e geralmente com qualquer um que consiga romper as nossas defesas e nos fazer feliz.
Joaquim Silva
Ah, no fim destes dias crispados de início de primavera, entre os engarrafamentos de trânsito, as pessoas enlouquecidas e a paranóia à solta pela cidade, no fim destes dias encontrar você que me sorri, que me abre os braços, que me abençoa e passa a mão na minha cara marcada, no que resta de cabelos na minha cabeça confusa, que me olha no olho e me permite mergulhar no fundo quente da curva do teu ombro. Mergulho no cheiro que não defino, você me embala dentro dos seus braços, você cobre com a boca meus ouvidos entupidos de buzinas, versos interrompidos, escapamentos abertos, tilintar de telefones, máquinas de escrever, ruídos eletrônicos, britadeiras de concreto, e você me beija e você me aperta e você me leva para Creta, Mikonos, Rodes, Patmos, Delos, e você me aquieta repetindo que está tudo bem, tudo, tudo bem. O telefone toca três vezes. Isto é uma gravação deixe seu nome e telefone depois do bip que eu ligo assim que puder, 0K? Caio Fernando Abreu
Alegria e simpatia
sempre é bom de se testar
se não der em nada pelo menos ganha-se em
conhecimento, satisfação e experiência.
Se conseguir o resultado esperado, melhor ainda
dá-se mais coragem de seguir em frente
aumentando a "dose de querer"
Sendo assim dá vontade de experimentar as mais ousadas simpatias,
mas há que se ponderar que a simpatia por sí só
não produz efeitos práticos, tem que haver fé.
Assim como a alegria é resultado
de alguma realização ou expectativa dela.
Por fim concluímos que simpatia muitas vezes
é o prático resultado da ação da fé.
Crie-se uma imagem positiva que deseja ver realizada
e coloque nela sua confiança e fé,
dê vida a ela, regue-a com carinho
e verá sua realização se aproximar cada vez mais
até ser transformada em realização plena e efetiva.
Aí então poderá exclamar:
"parece até mentira, se não visse não acreditaria",
"quem diria ser possível isso",
"inacreditável"
...Inacreditável na realidade e não acreditar em seu milagre de vida,
acredite,
realize seu milagre hoje, agora, já...!!!
antonio carlos
ALMA DA ÁFRICA,ALMA DO BRASIL
A narrativa de Antonio Olinto em seus romances africanos começa, em A casa da água, como uma enxurrada. Não há introdução, preparativos, prolegômenos. O leitor literalmente mergulha, já na primeira frase, em uma enchente. É a metáfora que conduz o discurso, uma recuperação moderna da narrativa sinfônica. Olinto escreve como quem conta uma história ao pé da fogueira na noite da África ancestral. Enumera os usos e costumes, o sincretismo religioso, os procedimentos curativos, o folclore, o cotidiano das casas e das ruas, mas principalmente localiza o leitor, pondo e transpondo pessoas, com enorme habilidade, em lugares de aqui e de acolá, do Piau a Juiz de Fora, do Rio à Bahia, do Brasil à África. Mas, se o espaço tem destaque na linguagem, o tempo é etéreo. Tempus fugit. A primeira referência temporal só se dá por volta da página 200, quando se menciona a guerra. "Mariana achava ingleses, franceses e alemães tão parecidos, por que haveriam de brigar, mas deviam ter lá suas razões." Somente ao final do livro uma tabela de datas vai esclarecer de que tempo histórico se está falando. E aí está: o tempo cronológico não tem importância.
Os achados de linguagem são tocantes. Logo à página 20, damos com esta preciosidade: "As mulheres ficaram com receio de olhar para fora e puseram os olhos no chão, Mariana, não, Mariana comeu o prazer de cada imagem." À página 58, outra: "Maria Gorda pegou-a no colo, começou a falar, tinha uma voz boa e gorda também." E à página 64: "A alegria dominou durante outra semana ainda o navio, mas foi-se diluindo em pedaços cada vez maiores de silêncio." É a voz soberana do narrador, simples, despida e precisa, fazendo um registro. Sem avaliações morais ou moralistas. O padre José que bebe cachaça, a matança cerimonial, a fornicação sem vergonhas. O livro é a pauta da vida. Desenvolve-se. Evolui, como um navio que avança pelas ondas franjadas. O livro é a vida, em seu processo, sujeitando as pessoas pela tradição, cultura, pela dinâmica própria. Um relicário da prodigiosa observação desse autor que funde ficção e memória em uma liga só, emocionante
A Casa da água foi lançado em 1969 e serviu de esteio para os outros dois livros da trilogia (O Rei de Keto e o Trono de Vidro). A análise da alma africana, e por extensão da alma humana, é preciosa, no texto de Antonio Olinto. Mas não está em fatos pitorescos ou nas anedotas. Está nos refrões, pregões, imprecações. Vejam esta frase: "Ele tinha boa cara, os lábios, grossos e fortes, formavam um sorriso lento, que demorava a se formar e demorava a se desfazer." Outra: "O pai revelou-se um homem baixo e muito gordo, a boca se esparramava como a de um sapo, ria uma risada enorme e demorada."
A trilogia do acadêmico Antonio Olinto é um compêndio sobre costumes de um povo que passou muitos anos lutando para manter a sua identidade. Assim, a pretexto de falar da alma da África, o autor fala da alma do Brasil. O fio condutor é Mariana, errante e errática, miscigenada e híbrida, suspensa entre dois mundos, como a água do mar, a água da enchente, nessa torrente de vida. Mas uma mulher firme, empreendedora, justa. Uma brasileira. A frase de Mariana, ao batizar a sua loja, comprada com o trabalho de uma vida, de Casa da água, foi esta: "É que eu comecei a ser eu depois que fiz um poço." Anos mais tarde, ela diria (página 59 de O Rei de Keto): "A coisa mais importante que fiz foi abrir um poço em Lagos quando era moça." Quanta densidade em duas frases!
Aqui e ali, a voz do autor se deixa evidenciar, numa cuidada intervenção da primeira pessoa. São apenas dois ou três verbos em cada volume, com desinência voltada para o eu. Artifícios de um habilidoso processo de construção da narrativa.
A um homem que viveu a África, como adido cultural na Nigéria, escolho a boa tradição iorubá, e termino este artigo com um oriki, como faz o autor no seu romance: ó Antonio Olinto, tu que ensinas a ver e a julgar, que estás no teu merecido lugar no cenáculo da Academia Brasileira de Letras, que escrevas muito e que teus escritos sejam recebidos com alegria pelos nossos corações, para sempre. Porque tua obra, nobre escritor, é como tu: tem a energia do trovão, a sabedoria dos nossos ancestrais e a serenidade do mar calmo.
Jornal da Letras, edição de setembro de 2007
Gabriel Chalita
Almanaque
Chico Buarque
Ô menina vai ver nesse almanaque como é que isso tudo começou
Diz quem é que marcava o tique-taque e a ampulheta do tempo disparou
Se mamava de sabe lá que teta o primeiro bezerro que berrou
Me responde, por favor
Pra onde vai o meu amor
Quando o amor acaba
Quem penava no sol a vida inteira, como é que a moleira não rachou
Quem tapava esse sol com a peneira e quem foi que a peneira esfuracou
Quem pintou a bandeira brasileira que tinha tanto lápis de cor
Me responde por favor
Pra onde vai o meu amor
Quando o amor acaba
Diz quem foi que fez o primeiro teto que o projeto não desmoronou
Quem foi esse pedreiro, esse arquiteto, e o valente primeiro morador
Diz quem foi que inventou o analfabeto e ensinou o alfabeto ao professor
Me responde por favor
Pra onde vai o meu amor
Quando o amor acaba
Quem é que sabe o signo do capeta, o ascendente de Deus Nosso Senhor
Quem não fez a patente da espoleta explodir na gaveta do inventor
Quem tava no volante do planeta que o meu continente capotou
Me responde por favor
Pra onde vai o meu amor
Quando o amor acaba
Vê se tem no almanaque, essa menina, como é que termina um grande amor
Se adianta tomar uma aspirina ou se bate na quina aquela dor
Se é chover o ano inteiro chuva fina ou se é como cair o elevador
Me responde por favor
Pra que tudo começou
Quando tudo acaba
Chico Buarque
As oportunidades de agir de modo apropriado, as potencialidades para realizar um sentido, são afetadas pela irreversibilidade das nossas vidas. Mas também só as potencialidades são afetadas por este fato. Porque tão logo usamos uma oportunidade e realizamos um sentido potencial, isto está feito de uma vez por todas. Já o libertamos para o passado, onde foi entregue e depositado em segurança. No passado, nada fica irremediavelmente perdido, mas, ao contrário, tudo é irreversivelmente estocado e entesourado. Sem dúvida, as pessoas tendem a ver somente os campos desnudos da transitoriedade, mas ignoram e esquecem os celeiros repletos do passado, em que mantêm guardada a colheita das suas vidas: as ações feitas, os amores amados e, não menos importantes, os sofrimentos enfrentados com coragem e dignidade.
A partir disso se pode ver que não há razão para ter pena de pessoas velhas. Em vez disso, as pessoas jovens deveriam invejá-las. É verdade que os velhos já não têm oportunidades nem possibilidades no futuro. Mas eles tem mais do que isso. Em vez de possibilidades no futuro, eles têm realidades no passado – as potencialidades que efetivaram os sentidos que realizaram, os valores que viveram - e nada nem ninguém pode remover jamais seu patrimônio do passado.
A partir disso se pode ver que não há razão para ter pena de pessoas velhas. Em vez disso, as pessoas jovens deveriam invejá-las. É verdade que os velhos já não têm oportunidades nem possibilidades no futuro. Mas eles tem mais do que isso. Em vez de possibilidades no futuro, eles têm realidades no passado – as potencialidades que efetivaram os sentidos que realizaram, os valores que viveram - e nada nem ninguém pode remover jamais seu patrimônio do passado.
Mais concretamente; esta utilidade é normalmente definida em termos de funcionamento para o benefício da sociedade. Mas a sociedade de hoje se caracteriza pela orientação do sucesso pessoal e, consequentemente, adora as pessoas exitosas e felizes. Em particular, adora os jovens. Praticamente ignora o valor de todos os que são diferentes e, ao fazê-lo, apaga a decisiva diferença entre ter valor no sentido de dignidade e ter valor no sentido de utilidade. Se não se está consciente desta diferença, mas se considera que o valor de um indivíduo nasce apenas da sua utilidade atual - neste caso, acreditem-me, é apenas por incoerência pessoal que não se advogasse a eutanásia na linha do programa de Hitler. Isto é, matar por "piedade" a todos aqueles que perderam sua utilidade social, seja devido à idade avançada, doença incurável, deterioração mental ou outra deficiência qualquer.
Desconhecido
As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer “o melhor” das oportunidades que aparecem em seus caminhos. A felicidade aparece para aqueles que choram. Para aqueles que se machucam. Para aqueles que buscam e tentam sempre. E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar, duram uma eternidade. Desconhecido
AUGUSTO BRANCO & MANUEL DE FREITAS
Eu comecei escrevendo contos
- e um contista precisa ter grande poder de síntese.
Mas logo passei a escrever poemas,
e nos poemas o poder de síntese tem que estar aliado
a uma boa melodia.
Mas um certo tipo de texto bastante curto e melódico
que está presente em boa parte de minha obra literária,
eu devo a um exercício ao qual me submeteu meu editor,
Manuel de Freitas.
Antes de publicar meu primeiro livro,
ele tinha a ideia de lançar
uma coleção de livrinhos de pensamentos,
que precisavam ser curtos e bonitos.
Então eu comecei escrevendo mini-poemas com até 12 versos,
daí ele lia e respondia: ainda está muito grande, faça menor.
E assim passei umas duas semanas
tentando chegar ao ponto em que Manuel de Freitas queria.
Por fim, veja que ironia,
a coleção de livros que ele concebeu nem foi lançada
- ele preferiu publicar livros com poemas inteiros
que eu já tinha feito,
mas o estilo que ele lapidou em mim ficou pra sempre.
Augusto Branco
BANHO DE DESCARREGO COM ERVAS
Comece colocando uma música relaxante. Ponha um litro de água para ferver. Após ferver, adicione um punhado de manjericão, arruda e alecrim. Você deve abafar as ervas e não as colocar na água para ferver junto. Portanto, coloque-as após ferver a água e abafe com uma tampa. Leve o recipiente ao banheiro e após tomar seu banho normal, inicie o banho de descarrego jogando a água com ervas do pescoço para baixo. Neste momento, mentalize coisas positivas, objetivos que deseja alcançar. Não molhe a cabeça com a água de ervas. Jogue as ervas em água corrente, caso não tenha esta opção, deposite-as no vaso e dê descarga até todas irem.
Anônimo
Bom dia anjo de amor e luz!
"Fim e começo de ano tem que ter clima!"
Clima de natal, de ano novo, niver, etc.
tem que haver, para dar o toque de mágia e encanto.
Não pode faltar detalhes,
pequenas coisas que fazem a diferença
e dão o toque especial de saber, sabor e cor.
A "malícia do bem" precisa marcar presença,
para dar aquela pitadinha de surpresa,
que explode no momento exato da coisa,
arrancando emoções e atraindo sensações de gratidão,
carinho e paz.
São momentos que marcam,
desarmam a pessoa amada e,
a expões à nudez de seus sentimentos em flor.
São momentos que se descobrem que a vida dura,
acaba enclausurando sentimentos bons
e realizando atos embora sensatos,
mas frios como meras obrigações e tarefas.
Sentimentos aprisionados torturam demais,
A vida em sentimentos caminha como vento:
sem rumo, sem lenço ou documento....
sentimentos não se aprisionam, vai para onde o coração mandar,
embora siga sem rumo, sabe muito bem o que deseja
e onde encontrar.
Quer sentir a vida? ... siga seus sentimentos!!!
HUmmm...
(29/12/2017)
antonio carlos
BOA NOITE
É o fim para o inicio de mais uma etapa de vida...
Que neste ano de 2014 sua estrela brilhe e sobreponha sobre todos obstáculos e dificuldades
que a vida lhe impuser e,
você se encontre com seus objetivos e sentido de vida.
Vamos com fé e confiança em nossos dons e talentos,
promover o bem e proporcionar a todos que estiverem próximos ou ligados à nós,
a agradável sensação desta mágia envolvente de amor e doação
Com amor... de mim prá você!
Beijos
antonio carlos
Bom dia 15/03/2017
Começar o dia bem pianinho, assoviando fino e devagar.
Vamo com calma nessa hora parceiro,
Dia de Greve e de protestar contra o que quiser.
Vale tudo!
Vou protestar contra minha conta zerada do fundo inativo,
logo eu que contava com conta gorda e recheada.
Vou prá rua... ahhh se vou, tem cartaz de fora Temer? ...não!
Dá qualquer um então, o negócio é participar.
No último protesto paguei o maior mico.
Cheguei atrasado, no fim, faltou condução, tava tudo parado,
não me avisaram que tinha acabado...hehehe
No protesto a gente tem que ficar esperto, né
Vamu lá genti... Fora, fora, fora ...tudo que incomoda grite: fora
Só não fique por fora.
Bora lá!
antonio carlos
Bom dia
Boa nova e linda semana que se inicia.
Semana de Nossa Senhora,
romeiros surgem de todas partes rumo ao santuário,
entre sofrimento e lágrimas desejam agradecer e venerar o que a fé lhe coloca nas mãos
como esperança de vida e amor.
Também as crianças como pirilampos vibrantes,
saltam e se empolgam pelo seu dia.
Muito bom de se ver um montão de olhinhos brilhantes,
aguardando sua desejada surpresa.
Criança tem seu dia tempo e,
enquanto o tempo for seu tempo,
que sejam sempre protegidas,
mimadas e no coração plenamente guardadas.
Bjsss
antonio carlos
Bom Dia
(Com alegria e efusividade)
(23/12/2017)
De que são feitas nossas manhâs?
De pequenos pedaços de carinho,
desejos repartidos, momentos divididos e
sentimentos compartilhados.
Nossas manhãs não são completas ou satisfeitas
se não estiverem acompanhadas destes
pequenos gestos de carinho,
que levamos com alegria para onde o dia nos levar.
Soa como música,
ou como o barquinho que navega seguro
em águas furiosas,
no qual sua fragilidade e leveza são verdadeiro âmparo e proteção.
A alegria é a papinha de todas horas não pode faltar.
Siga plena pelo caminho,
ora caminhando,
ora pulando,
sempre no compasso da musiquinha com sabor de alegria
antonio carlos
Bom dia..., (06/12/2017)
cheirinho de alegria solta no ar, bommm
Bom também é fazer aniversário
(sem se preocupar com a idade)
Ruim mesmo é esquecer do aniversário
de quem estimamos e queremos bem.
Às vezes a gente espera soar 00:00 horas
para poder ser o primeiro(a) a manifestar os cumprimentos,
dada a ansiedade que pula no peito,
com desejos de ver a alegria e efusividade do(a) aniversariante.
Queremos dar presentes,
abraçar, ficar juntos por longos instantes até passar o clima,
e a vida voltar a caminhar.
Ahhh... ia me esquecendo do recado que vim dar:
Por falar em se cuidar para não se esquecer do aniversario da pessoa amada,
queria lembrar que neste mês,
dia 25, é aniversário de Jesus Cristo,
Sabia? ...sei que que você sabia!
Mas a gente acaba por se envolver com supérfluos
que acaba por se esquecer do "espírito da data."
...Ahhh sim é também é Natal.
Vamos nos cuidar para não se envolver apenas com a data
mas também com o espírito que norteia o momento,
as festas, eventos, euforia, presentes, clima.... afff
juntou um monte de coisas boas num pouco espaço de tempo, né
"Haja coraçao!"
"Nataaaalllllll, vem ni mim!!!"
antonio carlos
Casamento é um Estado de Espírito
Pra começar, casamento não deveria ser um divisor de águas na vida de uma pessoa, com uma data escolhida para separar definitivamente o antes do depois.
Em vez de decidir casar, deveríamos permitir que o casamento acontecesse espontaneamente, sem que a gente nem percebesse. Comigo, sortuda que sou, aconteceu assim. Estávamos juntos havia um tempão e cada um morava no seu apartamento. Aos poucos, a cumplicidade foi aumentando, nossas roupas e discos começaram a se misturar, já não queríamos dormir separados. Não fazíamos muitos planos para o futuro, curtíamos a companhia um do outro serenamente, sem pactos nem juras de amor eterno, até que um belo dia nos demos conta de que já estávamos casados, casadíssimos, a questão era oficializar ou não. Oficializamos, assinamos os papéis, e o que mudou a partir daí? Nada. Qual é a data do nosso casamento? 13 de janeiro, 30 de março, 23 de outubro, 8 de dezembro... escolha você. Em cada dia dos nossos quatro anos de namoro a gente casou um pouquinho. O que equivale a dizer que começamos a casar no dia em que nos conhecemos: não foi um crime premeditado.
Casamento é grude? Só se o casal ambiciona o ódio mútuo. Casamento é a união de duas pessoas que têm afinidades, que gostam muito de conversar uma com a outra, de transar uma com a outra e que resolvem morar juntas porque é mais econômico e porque facilita na hora de ter filhos, que é uma aventura deliciosa a ser compartilhada. Se ambos estiverem de acordo quanto a isso, aceitarão com naturalidade que cada um tenha os próprios amigos, os próprios passatempos, suas viagens, seu trabalho, enfim, que sejam donos de uma vida individualizada e inteira, e não mutilada. Leva-se um tempo até descobrir que esse é um arranjo que funciona. Pena que, antes que o casal amadureça e chegue a esse ponto, muitos desistem por puro apego às convenções.
Você deve estar pensando: muito bem, e agora? Ela vai continuar enrolando ou vai tocar naquele ponto nevrálgico que implode a maioria das relações?
Não, ela não vai continuar enrolando. É hora de falar na dolorosa. A questão da fidelidade.
Se Jennifer Aniston continuar casada com Brad Pitt por mais dez anos, até ela, com aquele monumento em casa, vai começar a bocejar e a olhar impaciente pela janela. Não porque Brad Pitt tenha dentes feios e espinhas no rosto (foi o Rubens Ewald que disse isso; pra mim Brad segue perfeito). A razão será outra: amor e sexo não são da mesma família. O amor é de família nobre e tradicional, enquanto o sexo vem da periferia e é chegado numa promiscuidade. Nem os sentimentos mais elevados por nosso parceiro conseguem evitar que tenhamos desejos secretos e fora de hora. Desejar é humano, meritíssimo, não nos condene. Estranho seria se a gente não tivesse nenhuma fantasia, nenhuma excitação pelo que acontece do lado de fora da cela.
Homens sentem vontade de transar com outras mulheres, e mulheres sentem vontade de transar com outros homens pelas mais diversas razões: para testar seu poder de sedução, para dar um up na auto-estima, para recuperar a adolescência perdida ou porque se apaixonaram por outra pessoa inadvertidamente - arrisco até a dizer: inocentemente. Ninguém tem controle absoluto sobre si mesmo, pode acontecer com qualquer um. E aí, como se resolve?
Quem é temente a Deus reprime. Quem é temente aos olhos dos vizinhos reprime. Quem é temente a si mesmo reprime. Mas quem não quer passar o resto da vida privando-se de sonhar, de se encantar, de namorar outra vez encara e assume os riscos, que não são poucos. Muitos acabam se separando, mesmo tendo um casamento que era satisfatório. No entanto, a tal "pulada de cerca" às vezes não gera maiores conflitos internos, é apenas uma necessidade paralela.
Não é assunto fácil, tampouco é novo. É um problema antigo e cabeludo. Envolve religião e seu subproduto: culpa. Sentimos culpa por tudo. Culpa por sermos avançadas demais, medrosas demais, galinhas demais, santinhas demais. Culpa pela nossa libido, pelas nossas fraquezas, pela nossa coragem. Culpa por estarmos mentindo, omitindo, enganando. Por ter permitido que o casamento chegasse a esse ponto de fragilidade - ou de segurança extrema, acreditando que tudo será perdoado e compreendido.
Casamento é um compromisso sério, mas não deveria significar prisão, submissão, anulação, obediência e tudo mais que caracteriza uma relação tirânica. Casamento deve significar amizade, sexo, respeito, diversão e companhia. Casamento tem que ser alegre, tem que ter sintonia, liberdade e muito jogo de cintura. Casamento não é brincadeira de criança, mas tem que ser leve, e é imprescindível que haja maturidade e - atenção - inteligência! A burrice é inimiga das relações, ela é que permite o surgimento de mesquinharias, preconceitos, implicâncias e ciúmes doentios. Casamento tem que ser aberto, não necessariamente no sentido sexual - isso é negociado caso a caso -, mas aberto para a renovação, para a conversa franca, para as necessidades de cada um, para a intimidade que vai além dos corpos, intimidade de almas, intimidade que permite a gente enxergar o outro, aceitar o outro e viver de maneira menos repetitiva e convencional. Cada casamento exige uma fórmula própria, cada casal inventa a sua, mas de uma coisa não se pode prescindir: da flexibilidade.
Parece facílimo, mas é um deus-nos-acuda. De tudo o que foi dito, a única conclusão a que chego é que os casamentos seguirão desmoronando se não houver uma compreensão do assunto que ultrapasse o romantismo. Amor é fundamental, mas não basta. É preciso um não-sei-quê que a gente não explica, mas sente. Algo que está no ar, no olhar, e que dispensa racionalizações.
Martha Medeiros
cartas de amor geralmente nao começam assim,com explicaçoes e motivos.
Mas nao teria outro modo de escrever algo que sinto sem tentar explicar ou dar motivos
Mesmo que amar isente qualquer tipo de explicaçao e nao requer motivos para acontecer
Penso que o amor surge nao sei de onde,porque machuca sem querer.
Você talvez seja minha unica esperança.....ou a ultima
Nao porque nao possa me apaixonar novamente....
...mas porque sempre que eu desejar uma pessoa...essa pessoa sera voce! Que estará em meu sonhos...
Você é diferente! É o único responsável pelo que sinto.
Eu me entrego totalmente para você, se você assim quiser.
Posso dar seu nome para alguma estrela ou dar esta estrela para você.
Posso tentar parar o vento ou sentar ao seu lado na brisa da primavera.
Posso tentar parar o sol ou fazer com que voce tenha um dia perfeito.
Posso tentar e fazer tantas coisas para você, menos que você me ame o tanto quanto eu te amo
Digo amor, mas será que é?
Bom se amar:é pensar em você 24hs por dia,
É sair na rua pensando que posso cruzar com voce a qualquer instante
É fechar os olhos e ver seu rosto,
pode ate ser amor!
Só sei que é isso mas nao sei nada...
O som do sim é distante...mas o do nao, nao ouço ou finjo que nao ouço
E se você quiser como eu te quero.....
Eu prometo que até seus dias se findarem....
continuarei a sentir o que sinto por você.
E todos os dias olharei para o céu...
E agradecerei por ter te encontrado...
E por você ter sido mais do que eu esperava.
vou agradecer pelo seu olhar....pelo seu falar....e por você existir...
E pensarei em você ate o meu último dia...
Desconhecido
Começar é arte!
Tudo, aliás é arte.
Sobretudo hoje, quando já quase ninguém sabe mais o que é arte.
Começar, porém, exige uma força, interior, uma esperança tal que se vai tornando uma “arte”…
Exige uma sensibilidade para antever o fim
Exige uma capacidade grande para saber onde se vai .
Exige uma síntese que só a arte oferece ou enriquece.
Recomeçar é mais ainda arte…
Porque é renovar convicções, recolocar posições, reanimar virtudes, restaurar esperanças, reequilibrar a dimensão interior, redescobrir a humanidade…
Quem bem começa tem muito para bem terminar!
Quem sempre sabe recomeçar tem muito para chegar a vencer.
Quem continuamente admite recomeçar atinge rápido a perfeição, feita sim, de limites, mas … humana
E é por isso que…
É sempre bom falar de esperança…
É sempre proveitoso e agradável, no princípio de qualquer caminhada, ouvir dizer esperanças …
É sempre animador, no princípio de qualquer princípio, cantar esperança do peregrino, do caminhante, do viajante.
Desconhecido
Como Devemos Lutar por Alegria?
1. Entenda que alegria autêntica é um dom de Deus.
2. Entenda que devemos lutar por alegria incansavelmente.
3. Decida atacar todo pecado que você sabe existir na sua vida.
4. Aprenda o segredo da culpa "cara-de-pau" - como lutar como um pecador justificado.
5. Perceba que a batalha é acima de tudo uma luta para vermos Deus como ele realmente é.
6. Medite dia e noite na Palavra de Deus.
7. Ore fervorosa e continuamente para que os olhos do coração sejam abertos e por inclinação para Deus.
8. Aprenda a pregar para si mesmo, ao invés de dar ouvidos a si mesmo.
9. Gaste tempo com pessoas cheias de Deus que lhe ajudam a ver Deus e a combater o combate.
10. Seja paciente na noite em que Deus parece ausente.
11. Obtenha o descanso, o exercício e a dieta adequada que seu corpo foi projetado por Deus para ter.
12. Use adequadamente a revelação de Deus na natureza.
13. Leia bons livros sobre Deus e biografias de grandes santos.
14. Faça o que é difícil e amável pelo bem do próximo (testemunho e misericórdia).
15. Tenha uma visão global da causa de Cristo e se dedique aos não alcançados.
John Piper
Comece a sorrir mais cedo...
Pense em coisas boas...
Alimente seus sonhos...
Escute uma música legal e dance, mesmo que sozinha...
Valorize as pessoas próximas a você...
Perca o controle...
Espalhe Alegria...
Lembre-se que você é um privilegiado...
Nem todos têm as mesmas oportunidades!
Agradeça...
As coisas mais importantes são aquelas que você não pode ver...
Que tal começar hoje aquela mudança em sua vida que você vem adiando?
Não espere para ser feliz...
Não adianta tentar fugir de seus problemas...
Ninguém consegue!
Esqueça deles por um dia...
Depois aprenda o que tiver que aprender e os enfrente...
Não se deixe abater...
Acredite! Tenha energia!
O mundo começará a mudar quando você mudar...
Viver vale a pena!
Desconhecido
Começei a gostar de você,
Queria estar ao seu lado,
Mas você não me aceitou,
Queria que eu fosse outra pessoa,
Me julgou pelos meus defeitos e aqui estou, quero te dizer que estou desistindo de você.
Saber que eu te amo e que você não se importa é demais pra mim, não estou aguentando essa dor, sabe te afirmo com todas as minhas forças que eu te amei, queria somente te ver feliz independente da situação, mas você só me tras a dor!
Lembro que te chamei pra sair, bastava um simples "nao",masmas você quis me humilhar na frente de suas amigas, "ela não fez por mal"foi oque eu pensava,nunca fui o mais bonito nem o mais popular, eu só queria ver seu sorriso todos os dias,
Você me humilhava e eu nem ligava "ela não faz por mal".
Eu vi você chorando aquele dia na chuva, seus amigos queriam te obrigar a fazer coisas que você não queria, não estava na sua hora, você chorava, chorava, estava se odiando até,sai de meu conforte enfrentei a chuva,fiquei ao seu lado,te levei ate a varando de minha casa e te enchuguei com toalhas limpas,viz chá para você e te aqueci com minhas cobertas.
Te olhei nos olhos e te abracei, você retribuiu e foi o melhor abraço que eu ganhei, achuva parou você ligou para sua mãe e ela veio te buscar de carro,
No dia seguinte na escola você passou por mim e disse um obrigado toda sem graça e saiu de perto,suas amigas chegaram,aquelas "amigas" que te deixaram sozinha na chuva,perguntaram se você estava falando comigo e sua resposta foi não nem conheço esse babaca,saiu dali e foi embora, naquele dia perdi o chão, quando ouvi dizerem que você estava ficando com o cara da outra sala
Fiquei sem saber o que pensar, foi então que falaram perto de mim os meninos comentando que você era gostosa e re chamaram de vagabunda,não segurei e acabei numa briga,apanhei bastante e acabei na diretoria, suspensão de três dias, estava deitado quando recebi una surpresa, minha mãe veio falando que tinha uma amiga mminha na porta, era você tão linda como nos outros dias, veio me ver assim que ficou sabendo do motivo da briga, passamos a nos falar mais, na escola fingia que não me conhecia e depois me chamava para conversar, não queria que os outros soubessem que estava falando comigo por que se não você não seria mais tão popular, não aguentando a situação te pedi em namoro, não queria saber dos outros só de nois dois, então veio a resposta, "não gosto de você, você só me atrasaria, sou popular e você nem tem amigos na escola, nunca namoraria alguém como você" meu coração fou partido naquele momento.
Depois disso você ficou uma semana sem falar comigo, eu já não estava indo as aulas, me mudei na semana seguinte por causa do trabalho do meu pai e nem me despedi, lembro que você me mandou te esquecer,
Não vai ser tarefa fácil mais eu te ddixo para trás sabendo que vou te amar sempre. Espero que não si ta minha falta, não quero te ver sofrer como você fez comigo, mas saiba ai da que eu te amo!.
Desconhecido
Depois de um tempo, começamos a entender que as coisas acontecer por um motivo. As pessoas mudam para que você aprenda a viver sem elas. Eles mentem para quem você aprenda que a única pessoa que realmente pode confiar, é você mesmo. Tomamos decisões erradas para adquirir experiência, para no futuro, tomarmos decisões certas. Cometemos erros na juventude para adquirir experiência no futuro. Quando nada fizer mais sentido aqui, é hora de partir. Voltar? Talvez. Mas sair por um tempo, descobrir novos horizontes, descobrir a vida. Aprender a apreciar a sua companhia mais que tudo. Seus erros não definem o seu futuro e você sempre tem a chance de transformar desafios em oportunidade. Anônimo
Devo começar dizendo que te amo? Ou que os dias que passei com você foram os mais felizes da minha vida? Ou que, no curto espaço de tempo que nos conhecemos, passei a acreditar que fomos feitos um para o outro? Poderia dizer todas essas coisas e tudo seria verdade, mas, enquanto releio estas palavras, a única coisa que passa pela minha cabeça é que queria estar com você agora, segurando sua mão e olhando seu sorriso elusivo. No futuro, sei que vou reviver o tempo que passamos juntos mil vezes. Vou ouvir seu riso, ver seu rosto e sentir seus braços em torno de mim. Vou sentir falta de tudo isso, mais do que você pode imaginar. Você é um cavalheiro raro, eu estimo isso em você. (…) Tornou o que temos ainda mais especial, e é assim que eu quero me lembrar para sempre do período que passamos juntos. Como uma luz branca e pura, cuja contemplação é de tirar o fôlego. Penso em você todos os dias e sei que, quando for te ver amanhã, dizer adeus será a coisa mais difícil que já fiz. Parte de mim teme que chegue um momento no qual você não sinta mais o mesmo sentimento, que por algum motivo você esqueça o que nós compartilhamos, então é isso que eu quero fazer. Onde quer que você esteja e não importa o que esteja acontecendo em sua vida, na primeira noite de lua cheia – como na noite em que nos conhecemos – quero que você a encontre no céu noturno. Quero que você pense em mim e na semana que partilhamos, porque, seja onde for, seja o que estiver acontecendo na minha vida, é exatamente isso o que vou fazer. Se não podemos estar juntos, pelo menos podemos compartilhar isso, e talvez entre nós, sejamos capazes de fazer isso durar para sempre. Eu te amo, e eu vou agarrar-me à promessa que uma vez você fez para mim. Se você voltar, vou casar com você. Se você quebrar a sua promessa, vai partir meu coração. Desconhecido
Duas chances
Por que
o querer
de lutar
para ganhar
o que
e o porquê
se faz
difícil de mais
sonhar
em acreditar
em um amanhã
que difere
exatamente
nada
de hoje.
Bonito
é sonhar
no lutar
e acreditar
que esse
é o caminho
melhor
porque hoje
já foi o amanhã
de ontem
e por que
viver
a sonhar
para o futuro
adivinhar
esperando
a sorte chegar.
E se passar
o que mais espera?
a oportunidade
a escorrer
pelo tempo
sem ao menos
um momento
de discernimento
pois
o futuro
nunca chega
e o amanhã
haverá
outro amanhã
em um
ciclo
viciante
onde
o sonho é
atropelado
pelo tal
futuro
cruel
insensato
mesquinho.
Por que
deixar
o amanhã
decidir
o hoje?
o que é real?
ou o justo?
e no futuro
poderá
ser desleal.
Acredite que
na vida
só há
duas
chances:
a de errar
ou acertar.
Christian Santos
E uma compulsão horrível de quebrar imediatamente qualquer relação bonita que mal comece a acontecer. Destruir antes que cresça. Com requintes, com sofreguidão, com textos que me vêm prontos e faces que se sobrepõem às outras. Para que não me firam, minto. E tomo a providência cuidadosa de eu mesmo me ferir, sem prestar atenção se estou ferindo o outro também. Não queria fazer mal a você. Não queria que você chorasse. Não queria cobrar absolutamente nada. Por que o Zen de repente escapa e se transforma em Sem? Sem que se consiga controlar. Caio Fernando Abreu
Encerrando mais um ciclo e começando do zero. Passei por isso diversas vezes, mas sei que agora é diferente. Mais madura, finalmente adulta e sabendo muito bem o que eu quero para mim. Não faz mais sentido deixar que tudo aquilo que me contaminou durante esses anos permaneça em minha vida. É um novo tempo, um novo caminho que estou construindo. Novas pessoas, novos sentimentos, lugares e sonhos. Dessa vez, eu não vou cometer os mesmos erros. Já passou o tempo em que eu era apenas uma adolescente conhecendo a vida e tomando decisões erradas e impulsivas. Agora é a hora de tomar um rumo. Aprendi muito sobre a vida, sobre as pessoas e principalmente sobre mim. Dessa vez, vou conhecer o mundo e viver de maneira mais consciente. Agora é o momento de tomar decisões difíceis, porém corretas. Anônimo
Enquanto nós ríamos, ela limpou sua garganta e começou: “Nós não paramos de jogar porque ficamos velhos; nós nos tornamos velhos porque paramos de jogar. Existem somente quatro segredos para continuarmos jovens, felizes e conseguir o sucesso. Primeiro, você precisa rir e encontrar humor em cada dia. Segundo, você precisa ter um sonho. Quando você perde seus sonhos, você morre. Nós temos tantas pessoas caminhando por aí que estão mortas e nem desconfiam! Terceiro, há uma enorme diferença entre envelhecer e crescer... Se você tem dezenove anos de idade e ficar deitado na cama por um ano inteiro, sem fazer nada de produtivo, você ficará com vinte anos. Se eu tenho oitenta e sete anos e ficar na cama por um ano e não fizer coisa alguma, eu ficarei com oitenta e oito anos. Qualquer um, mais cedo ou mais tarde ficará mais velho. Isso não exige talento nem habilidade, é uma conseqüência natural da vida. A idéia é crescer através das oportunidades. E por último, não tenha remorsos. Os velhos geralmente não se arrependem por aquilo que fizeram, mas sim por aquelas coisas que deixaram de fazer. As únicas pessoas que tem medo da morte são aquelas que tem remorsos”. Desconhecido
Eu não sei por onde começar, mas talvez eu deva dizer que o que é depressão... não é só estar triste, não é ter um dia ruim, não é ir lá fora e, ou faça isso e aquilo e você vai ser consertado ou curado é algo que as pessoas devem aprender a viver pro resto da vida, eu me sinto sem esperanças o tempo todo, e é muito,muito ruim. Eu sinto que eu não tenho um propósito e não importa o que eu faça, eu recebo comentarios dizendo que eu jogo o dia inteiro, não saio de casa é obvio que vai ficar assim, mas na verdade não tem nada a ver com isso, tenho bastante vontade de sair, muitas vezes eu saio de casa, conversar com meus amigos mas é como se nada me fizesse feliz, tudo que eu tive interesse, coisas que eu amo fazer e até jogar video game não me fazem mais feliz, apenas um vazio. não importa o que eu faça, onde eu vá ou com quem esteja, tudo que eu quero é deitar e dormir, ficar apenas só... Depressão é como um monstro que está sentado atrás do seu pescoço e você só sente que não importa mais o que faça ela vai estar lá pelo resto da sua vida. não importa se eu sou social ou não, se tenho amigos ou não, ela simplesmente drena lentamente de você, estou lidando com isso a muito tempo, estou em um ponto que, simplesmente não vale mais a pena, as vezes fico tão depressivo que sinto que até comer e beber é um fardo pra mim, Só de ter que colocar na boca, mastigar e engolir , parece muito trabalho. isso é o que ela faz em mim, só de ter que acordar todos os dias me sentindo assim, Eu sinto que não quero mais viver. é assim que eu me sinto , sem esperança. Eu vou continuar tentando porque sei eu sei que muitas pessoas se preocupam comigo, seria muito egoísmo meu desistir. Rodrigo Santos
Garoto Errado
Alguém pode me explicar o que eu faço
Pra não me sentir assim
Eu já comecei a perceber
O efeito que você tem sobre mim
Meu coração começa a disparar
Será que eu tô pirando ou você quer me provocar?
Você me olha e eu começo a rir
Quando o melhor que eu faço é fugir
Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer
Eu nem sei o que eu gosto
Tanto, tanto em você
Seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira vou tentar evitar
Eu juro, eu faço tudo para eu não me apaixonar
Será que são mesmo reais
Os sinais que eu percebi?
Talvez eu esteja me iludindo
E você não esteja nem aí
Mesmo assim eu continuo a imaginar
Eu e você pra mim parece combinar
Eu sou a letra e você a melodia
Com você cantaria todo dia
Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer
Eu nem sei o que eu gosto
Tanto, tanto em você
Seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira vou tentar evitar
Eu juro, eu faço tudo para eu não me apaixonar
Eu já notei que eu tenho que tomar cuidado
Porque você é o tipo certo de garoto errado
É só você aparecer
Pra eu perder a fala e a confusão acontecer
Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer
E me diz porque eu gosto
Tanto, tanto de você
Foi seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira vou tentar evitar
Eu juro, eu faço tudo
Eu juro, eu faço tudo
Eu juro, eu faço tudo
Para eu não me apaixonar
Manu Gavassi
Meu nome é Marcos, sou comerciante e gostaria de uma oportunidade para desabafar o meu sofrimento com relação à lei trabalhista no Brasil.
Sou uma pessoa que procura o melhor para o bem estar de todos e o mais correto possível.
Atualmente, tenho dois comércios e em ambos trabalho com funcionários devidamente registrados.
Não faço nada que prejudique meus colaboradores, tudo que eles têm de direito, é tudo devidamente pago.
Trato-os com respeito e incentivos, mas quando comentem infrações, são devidamente punidos.
O meu desabafo é o seguinte: apesar de estar tudo correto perante a lei trabalhista, enfrento diversos problemas com relação aos colaboradores, eles sempre estão me testando. Mesmo sempre estando sob consulta da lei, eles sempre arranjam algo pra se beneficiar e se escorar nos braços do FGTS e Seguro-Desemprego.
Na maioria dos casos, após 6 meses de registro, o colaborador se acomoda na esperança de se beneficiar dos recursos que o governo oferece.
Concordo que a parte mais fraca deve ser protegida pela lei, mas nos tempos atuais, estes benefícios emperram a evolução do brasileiro. O colaborador se acomoda por estar amparado pelo benefício.
Acho que o governo deveria se atentar para a formação de profissionais e não sustentar gente que se acomoda nas custas do FGTS e Seguro-Desemprego.
Concordo que o FGTS e o Seguro-Desemprego ajudam os mais desfavorecidos, mas este sistema está levando nosso povo a acomodação.
Do meu ponto de vista, o povo carente precisa de ajuda para a sobrevivência, mas também precisa de uma certa pressão pra levá-lo para o progresso próprio.
Espero que este desabafo seja analisado e publicado por um especialista, para que o futuro do nosso povo seja mais produtivo e competitivo diante o mundo que não pára de evoluir.
Marcos
Neemias 5
Neemias ajuda os pobres
1 Ora, o povo, homens e mulheres, começou a reclamar muito de seus irmãos judeus.
2 Alguns diziam: "Nós, nossos filhos e nossas filhas somos numerosos; precisamos de trigo para comer e continuar vivos".
3 Outros diziam: "Tivemos que penho­rar nossas terras, nossas vinhas e nossas casas para conseguir trigo para matar a fome".
4 E havia ainda outros que diziam: "Tivemos que tomar dinheiro emprestado para pagar o imposto cobrado sobre as nossas terras e as nossas vinhas.5 Apesar de sermos do mesmo sangue dos nossos compatriotas, e de nossos filhos serem tão bons quanto os deles, ainda assim temos que sujeitar os nossos filhos e as nossas filhas à escravidão. E, de fato, algumas de nossas filhas já foram entre­gues como escravas e não podemos fazer nada, pois as nossas terras e as nossas vinhas pertencem a outros".
6 Quando ouvi a reclamação e essas acusações, fiquei furioso.
7 Fiz uma avaliação de tudo e então repreendi os nobres e os oficiais, dizendo-lhes: "Vocês estão cobrando juros dos seus compatriotas!" Por isso convo­quei uma grande reunião contra eles
8 e disse: Na medida do possível nós compramos de volta nossos irmãos judeus que haviam sido vendidos aos outros povos. Agora vocês estão até vendendo os seus irmãos! Assim eles terão que ser vendidos a nós de novo! Eles ficaram em silêncio, pois não tinham respos­ta.
9 Por isso prossegui: O que vocês estão fazendo não está certo. Vocês devem andar no temor do nosso Deus para evitar a zom­baria dos outros povos, os nossos inimigos.
10 Eu, os meus irmãos e os meus homens de confiança também estamos emprestando dinheiro e trigo ao povo. Mas vamos acabar com a cobrança de juros!
11 Devolvam-lhes imediatamente suas terras, suas vinhas, suas oliveiras e suas casas, e também os juros que cobraram deles, a centésima parte do dinhei­ro, do trigo, do vinho e do azeite.
12 E eles responderam: "Nós devolvere­mos tudo o que você citou, e não exigiremos mais nada deles. Vamos fazer o que você está pedindo".
Então convoquei os sacerdotes e os fiz declarar sob juramento que cumpririam a promessa feita.
13 Também sacudi a dobra do meu manto e disse: Deus assim sacuda de sua casa e de seus bens todo aquele que não mantiver a sua promessa. Tal homem seja sacudido e esvaziado! Toda a assembleia disse: "Amém!", e louvou o Senhor. E o povo cum­priu o que prometeu.
14 Além disso, desde o vigésimo ano do rei Artaxerxes, quando fui nomeado governa­dor deles na terra de Judá, até o trigésimo segundo ano do seu reinado, durante doze anos, nem eu nem meus irmãos comemos a comida destinada ao governador.
15 Mas os governan­tes anteriores, aqueles que me precederam, puseram um peso sobre o povo e tomavam dele quatrocentos e oitenta gramas de prata, além de comida e vinho. Até os seus auxilia­res oprimiam o povo. Mas, por temer a Deus, não agi dessa maneira.
16 Ao contrário, eu mesmo me dediquei ao trabalho neste muro. Todos os meus homens de confiança foram reunidos ali para o trabalho; e não compra­mos nenhum pedaço de terra.
17 Além do mais, cento e cinquenta homens, entre judeus do povo e seus oficiais, comiam à minha mesa, como também pessoas das nações vizinhas que vinham visitar-nos.
18 Todos os dias eram preparados, à minha custa, um boi, seis das melhores ovelhas e aves, e a cada dez dias eu recebia uma grande remessa de vinhos de todo tipo. Apesar de tudo isso, jamais exigi a comida destinada ao governador, pois eram demasiadas as exigên­cias que pesavam sobre o povo.
19 Lembra-te de mim, ó meu Deus, levando em conta tudo o que fiz por este povo.
Bíblia
Nem as palavras mais bonitas deste mundo poderiam trazer algum tipo de alegria para o dia de hoje. A saudade conseguiu preencher todos os espaços das nossas vidas, inclusive aqueles que por algum motivo continuavam livres.
O vazio deixado pela ausência é imensurável com a pura certeza que jamais será novamente ocupado. Por mais que os segundos passem a dor não minimiza e a aquela incerteza de como será possível seguir em frente nos próximos dias, só complica ainda mais os pensamentos confusos que invadiram as nossas vidas.
Mas o pior de tudo isso é ter a certeza que é preciso encontrar forças, mesmo que por dentro não consigamos acreditar que elas existem. Encontrar a esperança em um dia tão triste pode até ser improvável, mas nunca impossível. Apesar da dor e do sofrimento, não podemos ignorar que é realmente necessário segui em frente.
A saudade será eterna e a presença não poderá mais ser sentida, mas as lembranças dos bons momentos vividos são um ótimo conforto, que permanecerá para sempre conosco. O tempo necessário para toda esta dor ir embora é ainda indeterminado, mas todos os dias em que a coragem de seguir em frente vencer a tristeza devem ser devidamente comemorados.
Desconhecido
No começo eu prestava atenção
em todas as palavras que você ia me dizendo
me custava muito acreditar que aquilo tudo
estava acontecendo
eu sentia que você não queria me magoar
escolhia cada letra e cada pausa e desviava
o olhar
nas horas em que era inevitável dizer o que
pretendia
você pretendia me deixar, deixava claro
que juntos fomos ótimos parceiros mas
que de agora em diante
era cada um para o seu lado, e apesar da
saudade
era assim que tinha que ser
você não respondeu minhas perguntas,
foi evasivo, gaguejou
fugiu do assunto várias vezes e quando
voltava era pra repetir:
não dá mais
não dá mais, não posso mais,
não vou deixar você tirar minha paz,
eu concordo
aceito, assino a separação, não vou fazer
escândalo
e quando eu te encontrar com essa que
tomou o meu lugar
(é evidente, não venha negar), vou ser
civilizada
não vou quebrar os pratos nem te
constranger
você não vai me reconhecer, não vai
mais me proteger
não vai mais me amar, não vai mais
telefonar,
não vai mais aparecer. não vai mais dizer
meu nome,
não, eu agora já não estou te ouvindo mais
Martha Medeiros
No começo de tudo não há nada para se perder, todas as tentativas são válidas... Suas páginas estão em branco, então, de repente você começa a escrever sua própria história; você começa a escolher, a plantar, e colher. Então, você começa a entender sobre o que se trata essas páginas que antes eram apenas pedaços brancos. O conteúdo está a sua frente, agora você se arrepende de algumas coisas, mas de outras não. Então, você entende que você pode aprender com você mesmo; e de repente seu erro está acrescentando no seu acerto. Você pode se ver adianta. E mesmo que você caia, você poderá se levantar. A única opção para quem caiu é se levantar. Vamos entender sobre o que se trata essas páginas que antes eram brancas, e agora estão todas rabiscadas, cheias de palavras embaralhadas, você está conseguindo ler alguma parte, mas outra você simplesmente não consegue entender... Isso se trata de como se torna algo escrito com pressa, e algo que não temos pressa em escrever. Isso se trata do que é feito com cuidado, e o que é feito com desleixo. Isso se trata de todos, isso se chama vida.
Vamos juntar todas essas páginas jogadas, vamos prestar atenção nesses nossos rabiscos, vamos entender algo a mais hoje, iremos aprender algo novo para o nosso amanhã, algo que entendermos agora com o passado, que de todas as formas poderá beneficiar um futuro. Você é mais que esses rabiscos mal compreendidos agora, você é todas essas e a demais páginas, as de ontem, as de hoje, e as de amanhã. Agora escreva novas coisas sem a pressa, com o cuidado, prestando atenção nos antigos rabiscos. Toda tentativa é válida quando por trás dela há a boa intenção, aquela que surge de um coração sobre qual a razão dele é o amor.
Desconhecido
NÃO PERCA Á MAIOR OPORTUNIDADE DO MUNDO Á DE ENTRAR NO CÉU!
"Ei Você Ai Que Está Lendo, Eu Te Convido Hoje Para Aceitar Jesus Como Seu Único e Suficiente Salvador Basta Dizer: Senhor Eu Te Aceito A Partir De Hoje Como Meu Salvador o Único Que Pode Me Levar Para o Céu, Faça Isso Procure Uma Igreja Evangélica Mais Próxima De Você Não Perca Está Oportunidade Pois o Senhor Está Voltando e Eu Não Quero Te Ver Sofrendo, Deus Abençoe Você e Sua Família!! Faça Sua Parte e Deus Fará a Dele.!"
Thiago Silva
Não queria, desde o começo eu não quis. Desde que senti que ia cair e me quebrar inteiro na queda para depois restar incompleto, destruído talvez, as mãos desertas, o corpo lasso. Fugi. Eu não buscaria porque conhecia a queda, porque já caíra muitas vezes, e em cada vez restara mais morto, mais indefinido – e seria preciso reestruturar verdades, seria preciso ir construindo tudo aos poucos, eu temia que meus instrumentos se revelassem precários, e que nada eu pudesse fazer além de ceder. Mas no meio da fuga, você aconteceu. Foi você, não eu, quem buscou. Caio Fernando Abreu
Nós não amamos. Mas esse não é o único problema, nós desamamos.
Assim primeiro comece a abandonar tudo que você sente como sendo desamoroso.
Qualquer atitude qualquer palavra que você usa pelo hábito, mas que agora de repente, sente que é cruel, abandone-a!
Esteja sempre disposto a dizer: “Me desculpe”.
Pouquíssimas pessoas são capazes de dizer isso.
Mesmo quando parece que elas estão dizendo, não estão.
Pode ser apenas uma formalidade social. Realmente dizer “Me desculpe ou sinto muito”, é um grande entendimento. Você está afirmando que fez algo errado e não retirado um ato que iria acontecer, está retirando uma palavra que você pronunciou.
Retire o desamor, e quando fizer perceberá muito mais coisas. Essa não é realmente uma questão de como amar, mas somente uma questão de como não amar. É como uma nascente de água coberta com pedras e rochas. Você remove as rochas e a nascente começa a fluir. Ela está ali.
Todo coração tem amor, porque o coração não pode existir sem ele. Ele é o verdadeiro pulso da vida. Ninguém pode existir sem amor, é impossível.
Uma verdade básica é que todos têm amor, têm a capacidade de amar e de ser amados.
Mas algumas rochas estão bloqueando o caminho.
Retire os atos desamorosos, as palavras desamorosas, e repentinamente apanhará a si mesmo em um estado de ânimo muito amoroso. Haverá muitos momentos em que subitamente você perceberá que algo está borbulhando, e haverá amor, um vislumbre dele. E aos poucos esses momentos se tornarão mais prolongados.
Osho
Osho
O fim é um aliado
Quando as coisas começam a ficar confusas, um guerreiro pensa em sua morte, e imediatamente seu espírito encontra-se de novo com ele. A morte está em todas as partes.
Podemos comparar aos farois de um carro que nos segue por uma estrada sinuosa; às vezes os perdemos de vista, às vezes aparecem perto demais, às vezes apaga suas luzes.
Mas este carro imaginário jamais se detém (e um dia nos alcança). Só a ideia da morte dá ao homem o desapego suficiente para seguir adiante, apesar de todos os percalços.
Um homem que sabe que a morte está se aproximando todos os dias, prova de tudo, mas sem ansiedade.
Paulo Coelho
O homem que eu sou depois de você!
Um dia eu conheci uma garota do sorriso lindo, e comecei a cada dia admira-la, quando dava cedo eu ia para a escola só para ver seu lindo sorriso. E um dia nós separámos com a distância até que um dia vi ela novamente e começamos a conversar​ e não sei como estávamos namorando para mim foi algo tão especial, tivemos vários momentos bons, quando ouvia a sua voz era a melhor coisa... Mas não sei como foi o nosso amor acabou, mas não tenho ódio e nem raiva dela pelo contrário, ela levarei como uma parte boa dá minha vida, pois sem ela não teria amadurecido, com ela aprendi o que é ser paciente, aprende que as mulheres devem ser valorizadas, aprendi o que é amar e lutar pelo os meus sonhos.
Obrigado, hoje sou homem por que tive oportunidade de conhecer a grande mulher que você é!
Desconhecido
O vaga-lume
Conta uma lenda que, certa vez, uma serpente começou a perseguir um pobre vaga-lume.
Este fugia rápido, com medo da feroz predadora, e a serpente nem pensava em desistir.
O vaga-lume fugiu o primeiro dia, fugiu o segundo dia e nada da serpente desistir. No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra:
- Posso te fazer três perguntas?
- Não costumo abrir esse precedentes para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo pode perguntar - disse a cobra.
- Pertenço a sua cadeia alimentar?
- Não - respondeu a cobra.
- Eu já te fiz algum mal?
- Não - continuou ela.
- Então, por que você quer acabar comigo?
- Porque eu não suporto ver você brilhar - disse, finalmente, a serpente.
Então, pensem:
Quantas vezes alguém já tentou apagar seu brilho só por inveja?
Pode ser que a coisa tenha acontecido de forma inversa. Nesse caso, você é que assumiu o lugar da serpente.
A pessoa invejosa incomoda-se mais com sucesso alheio do que com seu próprio fracasso.
Querer subir na vida não é pecado, desde que o outro não seja usado como escada.
O brilho do outro não deve atiçar nossa inveja, mas nos servir de estímulo.
Que graça teria o céu, se nele brilhasse apenas uma estrela?
Pensem nisso!
Desconhecido
Oieee bom dia...,
última segunda feira de outono,
inverno já vem chegando com toda força de inicio de estação climática.
Se cuide, tá o frio vem acompanhado de chatas e incômodas doenças respiratórias.
A semana vem também com as alegrias da festa de São João,
quermesse por aqui já está à todo vapor...bombando que só vendo!
Fogueira, rojão, pinhão é tudo de bão, né
Prá dançar quadrilha não levo muito jeito,
mas na marcação sou campeão... saiu do quadro, enquadro logo!
Afinal quadrilha é uma brincadeira séria!
É assim gente, cada época do ano tem seus agitos e encantos,
alguns nem tanto,
mas outros muito encantam e emocionam,
e a galera em coro pede bis.
Coração está aí para o que der e vier,
funciona como um termômetro, em alguns sobe a ponto de estourar
e em outros bate como música...
"na cadência bonita do samba!"
antonio carlos
Olá,
Hoje é um dia especial! Comece a sorrir mais cedo. Pense em coisas boas. Alimente seus sonhos. Escute uma música legal e dance, mesmo que sozinho. Valorize as pessoas próximas a você. Perca o controle. Grite. Espalhe alegria.
Lembre-se que você é um privilegiado. Nem todos têm as mesmas oportunidades. Agradeça. As coisas mais importantes são aquelas que você não pode ver.
Que tal começar hoje aquela mudança em sua vida que você vem adiando? Não espere para ser feliz. Não adianta tentar fugir de seus problemas. Ninguém consegue. Esqueça deles por um dia. Depois aprenda o que tiver que aprender e os enfrente. Não se deixe abater. Acredite. Tenha energia. O mundo começará a mudar quando você mudar. Viver vale a pena.
Lá no fundo, desejamos a você mais um ano com muita saúde, paz e amor. Sinceros parabéns. Feliz aniversário.
Um abração,
Desconhecido
Oração da manhã
Senhor, no início deste dia,
venho pedir-Te saúde,
força, paz e sabedoria.
Quero olhar hoje o mundo
com olhos cheios de amor,
ser paciente, compreensivo,
manso e prudente;
ver, além das aparências,
teus filhos como Tu mesmo os vês,
e assim não ver senão o bem em cada um.
Fecha os meus ouvidos a toda a calúnia.
Guarda a minha língua de toda a maldade.
Que só de bênçãos se encha o meu espírito.
Que eu seja tão bondoso e alegre,
que todos quantos se aproximarem de mim,
sintam a tua presença.
Senhor, reveste-me da tua beleza,
e que, no decurso deste dia,
eu Te revele a todos. Amém.
Desconhecido
Oportunidades & Oportunismo
Oportunidades é o que desejamos
e que vem premiar e consagrar
o esforço empenhado seja nos estudos, trabalho,
ou atividades que seja de bem comum à coletividade.
A oportunidade é o degrau que ansiamos depois de
passar por provas ou aprendizados que nos testem a
capacidade de alçar e conquistar tal mérito.
Um misto de alegria e satisfação invade a alma e todo o
ser fica petrificado em estado de prazer e ansiedade que não cabe em sí
O oportunismo pelo contrário não exige nada, apenas o
logro sobre si mesmo de quem segue a máxima: de se
levar vantagem em tudo, em detrimento de quem quer que seja.
O Oportunismo releva o ser à mediocridade, já que age
sem escrúpulos e muitas vezes por pura vaidade ou
sentimento de superioridade.
O oportunista deleita-se ante
galanteios, platéia, aplausos e apresenta-se
extremamente em fase de egocentrismo, nada produz,
apenas surge como ladrão no meio da escuridão ou em aparatos
na calada da noite, onde pode desfilar com
extremo prazer, seus instintos e podridão.
Faça-se e tudo se fará!
Busca e encontrará!
faça acontecer...
este é o caminho, de consolidação e
construção de objetivos claros e seguros, para o perfeito
crescimento e merecimento de atos e realizações.
antonio carlos
Para começar novos projetos ou novos sonhos, é preciso virar a página das antigas histórias que vivemos. É preciso esquecer as quedas que tivemos, esquecer as lágrimas que rolaram sem que a gente percebesse, é preciso deixar para trás tudo que nos prende em um lugar solitário e sem graça: o passado.
É preciso se amar mais.
É preciso perdoar a si mesmo mais vezes.
Não é que as lembranças sejam de todo ruins, mas nós não podemos viver presos somente a elas. Precisamos olhar para frente, erguer a cabeça, enxugar o rosto e seguir adiante.
O que a gente precisa mesmo é dar tempo para mente e coração se recomporem, se reorganizarem e entrarem em harmonia. Precisamos dançar conforme a música, embalados por um único sentimento, comum a todas as pessoas, a todas as línguas: o Amor.
O amor pelas pessoas.
O amor pelas nossas causas. Pelas nossas coisas.
O amor pelos nossos amigos, pelos nossos parentes.
O amor pelas nossas paixões.
O amor por nós mesmos.
O amor pela Vida.
Desconhecido
Para começar bem o dia
Dois tipos de vozes chamam sua atenção hoje. As negativas preenchem sua mente com dúvidas, amargura e medo. As positivas fornecem esperança e força. Quais você escolherá ouvir? Você sabe que você tem escolha. "Levamos cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo" (2 Coríntios 10:5).
Você deixa qualquer um que bate em sua porta entrar em sua casa? Não deixe todo pensamento que surge permanecer em sua mente. Mantenha-o aprisionado... faça-o obedecer a Jesus. Se ele se negar, não pense nele.
Pensamentos negativos nunca o fortalecem. Quantas vezes você resolveu o congestionamento do trânsito com suas reclamações? Reclamar das contas faz com que elas desapareçam? Por que remoer suas dores, seus problemas e suas tarefas?
"Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida" (Provérbios 4:23).
(Extraído do Livro Todo dia é um dia Especial)
Max Lucado
Peça infantil
A professora começa a se arrepender de ter concordado (”você é a única que tem temperamento para isto”) em dirigir a peça quando uma das fadinhas anuncia que precisa fazer xixi. é como um sinal. todas as fadinhas decidem que precisam, urgentemente, fazer xixi.
— Está bem, mas só as fadinhas — diz a professora. — e uma de cada vez!
Mas as fadinhas vão em bando para o banheiro.
— Uma de cada vez! uma de cada vez! E você, onde é que pensa que vai?
— Ao banheiro.
— Não vai, não.
— Mas tia…
— Em primeiro lugar, o banheiro já está cheio. em segundo lugar, você não é fadinha, é caçador. Volte para o seu lugar.
Um pirata chega atrasado e com a notícia de que sua mãe não conseguiu terminar a capa. Serve uma toalha?
— Não. Você vai ser o único de capa branca. É melhor tirar o tapa-olho e ficar de anão. Vai ser um pouco engraçado, oito anões, mas tudo bem. Por que você está chorando?
— Eu não quero ser anão.
— Então fica de lavrador.
— Posso ficar com o tapa-olho?
— Pode. Um lavrador de tapa-olho, tudo bem.
— Tia, onde é que eu fico?
É uma margarida.
— Você fica ali.
A professora se dá conta de que as margaridas estão desorganizadas.
— Atenção, margaridas! Todas ali. Você não. Você é coelhinho.
— Mas meu nome é Margarida.
— Não interessa! desculpe, a tia não quis gritar com você. atenção, coelhinhos. todos comigo. Margaridas ali, coelhinhos aqui. lavradores daquele lado, árvores atrás. árvore, tira o dedo do nariz. Onde é que estão as fadinhas? Que xixi mais demorado!
— Eu vou chamar.
— Fique onde está, lavrador. Uma das margaridas vai chamá-las.
— Já vou.
— Você não, Margarida! Você é coelhinho. Uma das margaridas. Você. Vá chamar as fadinhas. Piratas, fiquem quietos!
— Tia, o que é que eu sou? Eu esqueci o que eu sou.
— Você é o sol. Fica ali que depois a tia… piratas, por favor!
As fadinhas começam a voltar. Com problemas. muitas se enredaram nos seus véus e não conseguem arrumá-los. Ajudam-se mutuamente mas no seu nervosismo só pioram a confusão.
— Borboletas, ajudem aqui! — pede a professora.
Mas as borboletas não ouvem. As borboletas estão etéreas. As borboletas fazem poses, fazem esvoaçar seus próprios véus e não ligam para o mundo. A professora, com a ajuda de um coelhinho amigo, de uma árvore e de um camponês, desembaraça os véus das fadinhas.
— Piratas, parem. O próximo que der um pontapé vai ser anão.
Desastre: quebrou uma ponta da lua.
— Como é que você conseguiu isso? — pergunta a professora sorrindo, sentindo que o seu sorriso deve parecer demente.
— Foi ela!
A acusada é uma camponesa gorda que gosta de distribuir tapas entre os seus inferiores.
— Não tem remédio. tira isso da cabeça e fica com os anões.
— E a minha frase?
A professora tinha esquecido. A lua tem uma fala.
— Quem diz a frase da lua é, deixa ver… o relógio.
— Quem?
— O relógio. Cadê o relógio?
— Ele não veio.
— O quê?
— Está com caxumba.
— Ai, meu Deus. Sol, você vai ter que falar pela lua. Sol, está me ouvindo?
— Eu?
— Você, sim senhor. Você é o sol. Você sabe a fala da lua?
— Me deu uma dor de barriga.
— Essa não é a frase da Lua.
— Me deu mesmo, tia. Tenho que ir embora.
— Está bem, está bem. Quem diz a frase da lua é você.
— Mas eu sou caçador.
— Eu sei que você é caçador! Mas diz a frase da lua! Eu não quero discussão!
— Mas eu não sei a frase da lua.
— Piratas, parem!
— Piratas, parem! certo?
— Eu não estava falando com você. Piratas, de uma vez por todas…
A camponesa gorda resolve tomar a justiça nas mãos e dá um croque num pirata. A classe unida avança contra a camponesa, que recua, derrubando uma árvore. As borboletas esvoaçam. Os coelhinhos estão em polvorosa. A professora grita:
— Parem! parem! A cortina vai abrir. Todos a seus lugares. Vai começar!
— Mas, tia, e a frase da lua?
— “Boa-noite, sol”.
— Boa-noite.
— Eu não estou falando com você!
— Eu não sou mais o sol?
— É. Mas eu estava dizendo a frase da lua. “Boa-noite, sol.”
— Boa-noite, sol. Boa-noite, sol. Não vou esquecer. Boa-noite, sol…
— Atenção, todo mundo! Piratas e anões nos bastidores. Quem fizer um barulho antes de entrar em cena, eu esgoelo. Coelhinhos nos seus lugares. Árvores para trás. Fadinhas, aqui. Borboletas, esperem a deixa. Margaridas, no chão.
Todos se preparam.
— Você não, Margarida! Você é o coelhinho!
Abre o pano.
Luis Fernando Verissimo
Por um momento parei de ser quem eu queria que eu fosse, comecei a ser quem eu realmente sou, percebi que não se deve parar pra levar discussões a sério. É perda de tempo quando alguém me contesta, não desperta mais minha raiva, simplesmente aprendi que críticas só servem para esvaziar a mente; por isso prefiro dispensá-las, prefiro gastar meu tempo com coisas boas, falando palavras sinceras, espalhando bom humor e energias positivas por aí. enxergar a vida de um jeito bem mais doce é muito mais emocionante. Atrás de cada pensamento ruim se esconde o desejo de ser feliz, felicidade a gente conquista através do que somos e do que fazemos, não tente ser o que você não é, não se iluda com uma vida cheia de promessas tentadoras. Depois de MUITO, eu aprendi isso. E agora sim, posso dizer que sou feliz. Desconhecido
PROFESSOR EDUCADOR
É comum, no período que antecede o início das aulas, terem as crianças uma certa expectativa, um certo desejo, antecipando o que será a escola. Têm, as crianças, a tendência de gostar do professor. É o gosto da novidade, do que não conhecem - é a aventura do aprendizado.
Começam as aulas e algumas expectativas são superadas, outras frustradas. Alguns encontros se revelam marcantes, outros nem tanto. Há alunos que voltam para casa, dos primeiros dias de aula, desejosos de narrar aos pais cada detalhe de seus professores.
Em uma leve viagem ao passado, todos rapidamente nos lembramos de alguns professores. Por que desses e não de outros? Porque alguns marcam mais. E é desses professores que a pessoa se lembrará, ao longo da vida.
Infelizmente, muitos professores se convertem em burocratas da escola. Estão ali exercendo a profissão de estar ali. E nada mais. Sem perfume nem sabor. Sem encontro nem encanto. Apenas ali, munidos de um programa determinado, e sequiosos do fim, já no começo. Tristes mulheres e homens que embarcam na profissão errada e lá permanecem aguardando a miúda aposentadoria. Não são maus. Apenas não são educadores.
Há aqueles que educam desde os primeiros raios da aprendizagem. Preparam-se para a celebração do saber e do sabor - palavras com a mesma origem. Lançam redes em busca de curiosidades, surpreendem e permitem surpreender; ensinam e aprendem com a mesma tenacidade. Estão ali, em uma sala de aula, desnudos de arrogância e ávidos de vida. Não temem a inquietação das crianças e dos jovens. Não negligenciam o conteúdo, mas valorizam os gestos. Gestos - é disso que mais nos lembramos dos nossos mestres que passaram. E que permaneceram.
Lembro-me de alguns, como a Ana Maria, professora de história, que nos instigava a estudar antes da aula o tema que seria trabalhado. Quando chegava a aula, ela propositadamente errava, e nós a corrigíamos. Era um jogo, uma didática simples que empregava. Eu chegava a sonhar com aquelas aulas. Ela despertava o gosto pela pesquisa e destravava os mais tímidos. Todo mundo queria corrigir a professora.
Talvez um exercício interessante para o professor seja o das lembranças. Lembrar, de quando era aluno, daqueles professores que eram educadores, e de repente ter a humildade de imitá-los ou até reinventá-los.
E não há tempo nem idade para fazer diferente. É só ter uma característica que Paulo Freire considerava importante para toda a gente mas essencial para quem educava: gostar de viver.
Quem gosta de viver não tem preguiça de reinventar, nem medo de ousar. Quem gosta de viver não tem medo de ternura, da gentileza, do amor.
Quem gosta de viver, educa!
Revista Profissão Mestre, março de 2007
Gabriel Chalita
Primeiro você cai num poço. Mas não é ruim cair num poço assim de repente? No começo é. Mas você logo começa a curtir as pedras do poço. O limo do poço. A umidade do poço. A água do poço. A terra do poço. O cheiro do poço. O poço do poço. Mas não é ruim a gente ir entrando nos poços dos poços sem fim? A gente não sente medo? A gente sente um pouco de medo, mas não dói. A gente não morre? A gente morre um pouco em cada poço. E não dói? Morrer não dói. Morrer é entrar noutra. E depois: no fundo do poço do poço do poço do poço você vai descobrir por quê. Caio Fernando Abreu
Quando sonhamos sozinhos é só mais um sonho. Quando sonhamos juntos é o começo de uma nova realidade.
A distância pode separar dois olhares mas nunca dois corações. Se um dia os caminhos da vida nos guiar por rumos diferentes. Leve de mim esta mensagem, que levarei de ti muitas saudades.
Se o amor que sinto por vc for sonho... quero dormir para sempre. Minha vida tem um pouquinho de tudo. Mas 90% é você.
Se no futuro eu não mais existir, me procure no passado... pois lá estarei presente.
O verdadeiro amor é aquele que suporta uma separação e consegue viver a saudade...
Tristeza: É ter que rir quando se quer chorar; É ter que ir quando se quer ficar; É receber um não quando se espera um sim; É antes de tudo ter que odiar quando se quer amar...
Te amo com toda a inocência de uma criança, Com toda a malícia de um adolescente, Mas acima de tudo, com todos os meus sentimentos de homem...
Se você que saber o quanto eu te amo é simples: Multiplica as estrelas do céu pelas gotas dos oceanos...
Eu só deixarei de te amar quando na minha sepultura nascer uma rosa e nas pétalas estiver escrito pela última vez: te amo, te adoro!!!
A beleza das pessoas está na capacidade de amar e encontrar no próximo a continuidade de seu ser.
Quando a felicidade de alguém estiver em suas mãos não feche-a, pois pode ser a primeira vez que esta pessoa pode ser feliz.
Como um pássaro que voa deixando uma grande esperança... Quero deixar em seu pensamento a minha lembrança...
Espero que nunca chores o que chorei... nunca lamentes o que lamentei... Pois não encontrará alguém que te ama como eu te amei.
Plante o fruto da paixão para mais tarde colher o do amor ! Como eu te conheci outras pessoas te conheceram.... Como eu te amei jamais outra pessoa te amará....
Quando estiver sozinho nem pense em me procurar... Procure-me sem pensar.
As lágrimas que saem não são aquelas que saem dos olhos e rolam pelo rosto mas são aquelas que saem do coração e descem pela alma.
Quando me vê sorrindo não vá pensar que te esqueci... Apenas estarei disfarçando o meu amor por ti...
Não importa se você está perto ou longe, o que importa é que você existe, para que eu possa sentir sua falta.
Apague com o sorriso a tristeza que existe no teu rosto." Assim não darás a quem te ama a tristeza de te ver chorar . E assim darás a quem te ama a alegria de te ver sorrir.
Penso em vc 25 horas por dia, meu coração faz hora extra!!!
O pássaro tem asas para voar em liberdade... E eu tenho um coração para te amar de verdade.
Se pudesse dominar o mundo teria que ser assim: seus olhos fechados para todos, abertos só para mim...
Dizem que o beijo é um veneno mas isto é um azar. Prefiro morrer envenenado do que ficar sem te beijar.
Eu queria escrever-te lindo poema sem fim. Mas prefiro dizer Eu te amo mesmo assim.
Ontem eu fui ao médico... O médico doença não viu, A doença é o Amor... E o remédio é você!!!
Quando procurar por mim não me achar procura-me no mar. Eu serei as ondas que virão ao teu encontro para dizer "Que ainda te amo!!!
Nada existe de mais lindo... Nada é mais encantador... Do que os teus lábios sorrindo depois de um beijo de amor.
A lua ofereceu ao sol uma fita de cetim. E eu ofereço a você um amor sem fim...
Com os olhos eu te vejo. Com a boca eu te chamo. Com os lábios eu te beijo. Com o coração eu te amo!!!
Vou chegando ao fim da estrada E agora não mais me iludo. Sem você a vida é nada. Com você a vida é tudo!!!
O pássaro tem asas para voar em liberdade... E eu tenho um coração para te amar de verdade.
O amor é o sentimento mais contraditório que existe: ele machuca mas faz você sentir que está vivo.
O amor nunca morre... ele só adormece para acordar mais belo...
O que seria a vida se não existisse o viver? O que seriam as flores se não existisse o florescer? O que seria de mim se não existisse você?
Não te quero por um dia. Não te quero por um ano. Te quero por toda a vida. Te quero porque te amo.
Te amei no passado. Te amo no presente. Se o futuro permitir, te amarei eternamente.
Escrevo de caneta azul,porque não tenho dourado, cada vez que eu penso em vc, fico mais apaixonado!
De perto conheço o amor... de longe conheço a bondade... hoje conheço você... que amo de verdade...
Quantos sonhos eu sonhei e quantos eu realizei, hoje eu sou feliz pois você eu encontrei.
Saio da escuridão para viver novamente, e enfrento essa imensidão para te amar eternamente...
Desconhecido
QUEBRA CABEÇA
Toda jornada que se inicial, parece um enorme quebra-cabeça. Aquele jogo com um monte de pecinhas miúdas que se encaixam umas nas outras até formar uma imagem interessante.
No começo qualquer peça serve, depois outras vão se juntando e se encaixando até tomar corpo, daí então é que começa a complicar, tem peça que parece que serve, mas não fica legal, para ser a peça correta tem que se ajustar direitinho e, nenhuma substitui a outra.
Nossa vida é igual, é que tem atitudes que parecem serem as certas para serem tomadas no momento em que necessitam, mas não produzem o efeito desejado. Então tem que se refazer o procedimento, tomando atitudes corretas mesmo que nos custem sacrifícios ou incômodos maiores. Só assim estaremos construindo um caminho sólido rumo aos objetivos desejados.
Atitudes incorretas não permitem avanços nem crescimento interior. Apenas permitem que o ser ande em círculos sem sair do lugar, nada produz nem se progride.
O caminho da luz exige atitudes conscientes, disposição a se doar e sacrificar sem esperar que o bem seja compensado. O bem realizado deve ser voluntário e gratuito, só assim terá o mérito e valor próprio.
Para se ter o crescimento espiritual há que se ter mérito e o valor próprio!
Bom Dia,
Que os caminhos do bem e de luz se abram ante sua presença e movimentação e de alegria se encha seu coração e alma!
antonio carlos
Quero começar dizendo que lhe agradeço muito Senhor meu Deus...
Por todos os dias que o senhor me permite acordar e ter a oportunidade de me tornar melhor... Melhor em bondade, fazer algo bom que poderia fazer e não fiz; dizer uma palavra amiga que me deixei calar; parar um momento e lhe agradecer por algo que o senhor me concedeu no decorrer do dia;... Enfim, agradeço por tantas oportunidades que me dá para recomeçar...
Agradeço á Ti meu pai eterno, por ter minhas mãos para poder digitar este texto com tanta facilidade, pelos meus olhos para enxergar meus irmãos e as belas coisas da sua criação; minha boca para falar e meus ouvidos para te escutar nos momentos de silêncio; meus pés para andar nos caminhos que o senhor trilhar para mim. São muitas as coisas que agradeço Senhor, inclusive pela sabedoria que vem me dando para escolher seguir a suas palavras nos momentos de decisões.
Tenho sido falha muitas vezes Senhor por ter colocado minhas dificuldade em tuas mãos, e ainda assim me preocupar tanto. Más, acredito que o senhor vem reforçando a minha fé a cada dia que passa, pois percebo e sinto a tua presença onde quer que eu vá.
Curvo diante de Ti e agradeço Senhor...
eu
Reconciliação
Recolhecer erros, falhas - pedir perdão é sempre
motivo de júbilo e alegria.
É recompor páginas erradas da vida,
momentos de fraquezas e quedas não desejadas.
Sofrimento e desprezo são sabores que não se coadunam,
com nossa visão de perfeição
e de busca de vida plena no amor.
Há sempre meios de corrigir falhas e endireitar caminhos em descompasso,
Nem que tenha necessidade de repetir
diversas vezes o ato correto, não se canse,
de buscar a perfeição.
"Somos seres perfeitos, concebidos no amor,
e só na perfeição e amor conseguimos nos encontrar,
e viver uma vida plena e feliz!"
"Viva a vida...
viva a plenitude...
viva o amor!"
antonio carlos
Reli o começo da carta, mas não consegui entender direito o que eu pretendia dizer, sei que pretendia dizer alguma coisa muito especial a você, alguma coisa que faria você largar tudo e vir correndo me ver ou telefonar e, se fosse preciso, trazer a polícia aqui para obrigá-los a deixarem você me ver. Eu sei que você quer me ver. Eu sei que você fica os dias inteiros caminhando atrás daqueles muros brancos esperando eu aparecer. Eles não deixam, acho que você sabe que eles não deixam. Não vão deixar nem esta carta chegar às suas mãos, ou vão escrever outra dizendo que eu não gosto de você, que eu não preciso de você. Mas é mentira, você tem que sabtr que é mentira, acho que era isso que eu queria dizer preciso escrever depressa antes que eu me esqueça do que eu queria dizer era isso eu preciso muito muito de você eu quero muito muito você aqui de vez em quando nem que seja muito de vez em quando você nem precisa trazer maçãs nem perguntar se estou melhor você não precisa trazer nada só você mesmo você nem precisa dizer alguma coisa no telefone basta ligar e eu fico ouvindo o seu silêncio juro como não peço mais que o seu silêncio do outro lado da linha ou do outro lado da porta ou do outro lado do muro ou do outro lado. Caio Fernando Abreu
Rotina
“A idéia é a rotina do papel
O céu é a rotina do edifício
O inicio é a rotina do final
A escolha é a rotina do gosto
A rotina do espelho é o oposto
A rotina do jornal é o fato
A celebridade é a rotina do boato
A rotina da mão é o toque
A rotina da garganta é o rock
O coração é a rotina da batida
A rotina do equilíbrio é a medida
O vento é a rotina do assobio
A rotina da pele é o arrepio
A rotina do perfume é a lembrança
O pé é a rotina da dança
Julieta é a rotina do queijo
A rotina da boca é o desejo
A rotina do caminho é a direção
A rotina do destino é a certeza
Toda rotina tem a sua beleza.”
Desconhecido
Sabe, depois de algum tempo sem você eu comecei a questionar. Sim. Questionar. O que deu em mim de pensar que nós daríamos certo? O que me fez pensar que você era o cara certo para mim? Será que foi essa coisa que apelidaram de "amor"? Ou será que eu procurei nessa história algo parecido com as linhas dos livros de romance que li? Será que eles estão me fazendo o mal que dizem que me faram? Ou será que eu quis achar em você o que eu não acho por aqui na redondeza? Será que você foi esse cara lindo, romântico que andei vendo e ouvindo? Ou será que era mais um de seus truques para se perder dentro de si mesmo? Ou para que eu me perdesse dentro de mim mesma?! Dai fiquei pensando, "depois de todos esses questionamentos eu deveria ter alguma solução completa dessa equação tão complicada" o único problema é que eu não tinha, não tenho e nem vou ter, porque eu simplesmente parei antes de chegar ao resultado final. maria eduarda
Salmo 100
1 Aclamem o Senhor todos os habitantes da terra!
2 Prestem culto ao Senhor com alegria; entrem na sua presença com cânticos alegres.
3 Reconheçam que o Senhor é o nosso Deus. Ele nos fez e somos dele: somos o seu povo, e rebanho do seu pastoreio.
4 Entrem por suas portas com ações de graças e em seus átrios com louvor;
deem-lhe graças e bendigam o seu nome.
5 Pois o Senhor é bom e o seu amor leal é eterno; a sua fidelidade permanece por todas as gerações.
Bíblia
Salmo 47
1 Batam palmas, vocês, todos os povos; aclamem a Deus com cantos de alegria.
2 Pois o Senhor Altíssimo é temível, é o grande Rei sobre toda a terra!
3 Ele subjugou as nações ao nosso poder; os povos, colocou debaixo de nossos pés
4 e escolheu para nós a nossa herança, o orgulho de Jacó, a quem amou.
5 Deus subiu em meio a gritos de alegria; o Senhor, em meio ao som de trombetas.
6 Ofereçam música a Deus, cantem louvores! Ofereçam música ao nosso Rei,
cantem louvores!
7 Pois Deus é o rei de toda a terra; cantem louvores com harmonia e arte.
8 Deus reina sobre as nações; Deus está assentado em seu santo trono.
9 Os soberanos das nações se juntam ao povo do Deus de Abraão,
pois os governantes da terra pertencem a Deus; ele é soberanamente exaltado.
Bíblia
Se queres felicidade
apoio, harmonia e paz
atende as indicações
de nosso Senhor Jesus
começa o dia pensando
no que o dever determina
e roga em prece o roteiro
da providência Divina
ergue-te cedo e se falas
fala a palavra do bem
auxilia a quem te ouça
não penses mal de ninguém
se existe algum desarranjo
em teu distrito da ação
conserta sem reclamar
não te lamentes em vão
trabalha quanto puderes
que o trabalho é vida em suma
o tempo igual para todos
não para de forma alguma
se alguém te ofende perdoa
quem de nós não pode errar?
não há quem colha perdão
se não sabe perdoar
trilhando a estrada sombria
de prova rixa e pesar
acende a luz da concórdia
e ajuda sem perguntar
problemas?dificuldades?
aprendamos dia a dia
que a bondade tudo entende
quem serve não se transvia
onde a tristeza se espalha
e a vida se ilude ou cansa
sê caridade, consolo
serenidade, esperança
e chegando em cada noite
por sobre os caminhos seus
dormirás tranquilamente
na benção do amor de Deus.
Chico Xavier
Sivai_Sivem
Abril Sivai, Maio Sivem
Acolhemos maio com alegria e efusividade,
ele nos traz a satisfação do trabalho que para uns é necessário para manutenção e sustento,
através da relação: patrão x empregado.
Para outros é a lembrança de que o trabalho doméstico e tão digno do que qualquer outra atividade afim.
Temos também o trabalho voluntário
que é a ceção do tempo e vigor em prol de quem dele necessita,
além do trabalho espontâneo
que surge no momento em que o acontecimento
exige intervenção e destreza imediata de alguém.
Maio é muito mais ainda das mães (de ontem, de hoje e de amanhã)
de Maria,
da Abolição da Escravatura
e da Ascensão do Senhor.
O que realmente nos prende e marca em Maio como presença e presente
é o desejo de homenagear nossas queridas mães,
desde o pequeno até o marmanjo que não economiza lágrimas
quando lembra do trabalho que deu
e continua dando à sua mãe.
Mãe é uma figura impar,
que possui si a luz de bondade e amor de Maria em seu coração,
e o poder do Criador em suas ações.
O amor de mãe não se esgota em graças ou satisfações,
e não tem igual.
A grandeza do universo e a nobreza do divino
residem plenamente neste amor.
Pois é Abril não deu nem para curtir passou muito rápido,
bons feriados...
valewww Abril volte logo, estou com saudades!
antonio carlos
Sobre a Educação:
Ler e escrever, de per si, não são educação. Eu iniciaria a educação da criança, portanto, ensinando-lhe um trabalho manual útil, e colocando-a em grau de produzir desde o momento em que começa sua educação. Desse modo todas as escolas poderiam tornar-se auto-suficientes, com a condição de o Estado comprar os manufacturados.
Acredito que um tal sistema educativo permitiria o mais alto desenvolvimento da mente e da alma. É preciso, porém, que o trabalho manual não seja ensinado apenas mecanicamente, como se faz hoje, mas cientificamente, isto é, a criança deveria saber o porquê e o como de cada operação.
Os olhos, os ouvidos e a língua vêm antes da mão. Ler vem antes de escrever e desenhar antes de traçar as letras do alfabeto.
Se seguirmos este método, a compreensão das crianças terá oportunidade de se desenvolver melhor do que quando é freada iniciando a instrução pelo alfabeto.
Mahatma Gandhi
Sê tu uma benção
Muitos disseram que se quisermos mudar nosso mundo, devemos começar por mudar a nós mesmos. Isso soa tão simples, mas... parece ser tão difícil fazer!
Nós estamos sempre buscando a felicidade que as pessoas podem nos oferecer, e esquecemos de que precisamos oferecer felicidade também.
Aliás, devemos mais ofercer do que receber, por que é assim que se transforma realmente as coisas. E eu sei que é difícil oferecer sem desejar recompensas, sei que é horrível quando somos vítimas de ingratidão, mas precisamos mantermo-nos firmes no propósito de mudar nossa realidade.
Não, nós não podemos desistir ao primeiro desencanto, à primeira decepção. Aliás, não devemos desistir de maneira alguma! Pois se desistirmos de mudar o mundo através de nossa própria mudança, estaremos somando para que o exército da indiferença, da injustiça e da iniquidade prevaleça.
Nós precisamos ser fortes! Precisamos querer mais do que alcançar bençãos, temos que ser a própria benção. Só assim realmente mudaremos o mundo.
Augusto Branco
Sábado de Aleluia - 2017
Bom dia alegria!
Hoje é dia de malhar o Judas, você está convidado(a) também a malhar o judas que existe e temos em nosso interior.
Vemos na imagem de Judas (apóstolo de Cristo) como traidor, oportunista (entregou o mestre por 30 moedas), falso (fingia amor, quando sua intenção era contrária).
Vivemos na vida também, situações idênticas quando, traímos nossos ideais de amor frente ao egoísmo desmedido; oportunista quando, aproveitamos a oportunidade mesmo que seja para ferrar o próximo para obter vantagens; falsidade quando, distorcemos a realidade para evitar ser contrariados, rebaixados ou mesmo evitar ser incomodados.
Temos consciência do bem e do mal e das consequências que cada um pode causar. Por vezes pendemos para um ou outro por de acordo com nossas conveniências, sendo assim não podemos reclamar dos frutos colhidos e nem dos dos resultados obtidos pelo nosso esforço em vencer na vida.
Nossa atitude como superadores do "efeito Judas" deve ser de equilíbrio no modo de viver e, que nos permita a conviver com o mal fazendo o bem, pagar a indiferença com a atenção e o ódio com o amor. Sendo assim, estaremos no caminho doloroso de sacrifício que nos permita matar o dragão que existe em nós e até voar onde faltar solo no caminho abaixo dos pés!
antonio carlos
Talvez seja mais como o que você falou antes, rachaduras em todos nós. Como se cada um tivesse começado como um navio inteiramente à prova d’água. Mas as coisas vão acontecendo… as pessoas se vão, ou deixam de nos amar, ou não nos entendem, ou nós não as entendemos… e nós perdemos, erramos, magoamos uns aos outros. E o navio começa a rachar em determinados lugares. E então, quando o navio racha, o final é inevitável.
(Quentin Jacobsen - Cidades de Papel)
John Green
Teu corpo sedutor e lindo, é a porta de entrada para a admiração inicial.
Teu sorriso e olhar estabelecem o fascínio completo.
Tua expansividade torna a atração mais eloqüente.
Tua malícia e sensualidade são hipnotizantes.
Tua naturalidade chega a inibir, porém logo após estar à vontade.
Essas e outras qualidades naturais a essa bela, maravilhosa e esfuziante mulher....
Fazem de você essa pessoa especial, apaixonante e linda totalmente.
Obrigado por me fazer feliz pelo tempo que nos conhecemos.
Sempre seu fã, e algumas vezes namorado como agora, este admirador incondicional.
Desconhecido
Terça-Feira Gorda
De repente ele começou a sambar bonito e veio vindo para mim. Me olhava nos olhos quase sorrindo, uma ruga tensa entre as sobrancelhas, pedindo confirmação. Confirmei, quase sorrindo também, a boca gosmenta de tanta cerveja morna, vodca com coca-cola, uísque nacional, gostos que eu nem identificava mais, passando de mão em mão dentro dos copos de plástico. Usava uma tanga vermelha e branca, Xangô, pensei, Iansã com purpurina na cara, Oxaguiã segurando a espada no braço levantado, Ogum Beira-Mar sambando bonito e bandido. Um movimento que descia feito onda dos quadris pelas coxas, até os pés, ondulado, então olhava para baixo e o movimento subia outra vez, onda ao contrário, voltando pela cintura até os ombros. Era então que sacudia a cabeça olhando para mim, cada vez mais perto.
Eu estava todo suado. Todos estavam suados, mas eu não via mais ninguém além dele. Eu já o tinha visto antes, não ali. Fazia tempo, não sabia onde. Eu tinha andado por muitos lugares. Ele tinha um jeito de quem também tinha andado por muitos lugares. Num desses lugares, quem sabe. Aqui, ali. Mas não lembraríamos antes de falar, talvez também nem depois. Só que não havia palavras. havia o movimento, a dança, o suor, os corpos meu e dele se aproximando mornos, sem querer mais nada além daquele chegar cada vez mais perto.
Na minha frente, ficamos nos olhando. Eu também dançava agora, acompanhando o movimento dele. Assim: quadris, coxas, pés, onda que desce, olhar para baixo, voltando pela cintura até os ombros, onda que sobe, então sacudir os cabelos molhados, levantar a cabeça e encarar sorrindo. Ele encostou o peito suado no meu. Tínhamos pêlos, os dois. Os pêlos molhados se misturavam. Ele estendeu a mão aberta, passou no meu rosto, falou qualquer coisa. O quê, perguntei. Você é gostoso, ele disse. E não parecia bicha nem nada: apenas um corpo que por acaso era de homem gostando de outro corpo, o meu, que por acaso era de homem também. Eu estendi a mão aberta, passei no rosto dele, falei qualquer coisa. O quê, perguntou. Você é gostoso, eu disse. Eu era apenas um corpo que por acaso era de homem gostando de outro corpo, o dele, que por acaso era de homem também.
Eu queria aquele corpo de homem sambando suado bonito ali na minha frente. Quero você, ele disse. Eu disse quero você também. Mas quero agora já neste instante imediato, ele disse e eu repeti quase ao mesmo tempo também, também eu quero. Sorriu mais largo, uns dentes claros. Passou a mão pela minha barriga. Passei a mão pela barriga dele. Apertou, apertamos. As nossas carnes duras tinham pêlos na superfície e músculos sob as peles morenas de sol. Ai-ai, alguém falou em falsete, olha as loucas, e foi embora. Em volta, olhavam.
Entreaberta, a boca dele veio se aproximando da minha. Parecia um figo maduro quando a gente faz com a ponta da faca uma cruz na extremidade mais redonda e rasga devagar a polpa, revelando o interior rosado cheio de grãos. Você sabia, eu falei, que o figo não é uma fruta mas uma flor que abre pra dentro. O quê, ele gritou. O figo, repeti, o figo é uma flor. Mas não tinha importância. Ele enfiou a mão dentro da sunga, tirou duas bolinhas num envelope metálico. Tomou uma e me estendeu a outra. Não, eu disse, eu quero minha lucidez de qualquer jeito. Mas estava completamente louco. E queria, como queria aquela bolinha química quente vinda direto do meio dos pentelhos dele. Estendi a língua, engoli. Nos empurravam em volta, tentei protegê-lo com meu corpo, mas ai-ai repetiam empurrando, olha as loucas, vamos embora daqui, ele disse. E fomos saindo colados pelo meio do salão, a purpurina da cara dele cintilando no meio dos gritos.
Veados, a gente ainda ouviu, recebendo na cara o vento frio do mar. A música era só um tumtumtum de pés e tambores batendo. Eu olhei para cima e mostrei olha lá as Plêiades, só o que eu sabia ver, que nem raquete de tênis suspensa no céu. Você vai pegar um resfriado, ele falou com a mão no meu ombro. Foi então que percebi que não usávamos máscara. Lembrei que tinha lido em algum lugar que a dor é a única emoção que não usa máscara. Não sentíamos dor, mas aquela emoção daquela hora ali sobre nós, eu nem sei se era alegria, também não usava máscara. Então pensei devagar que era proibido ou perigoso não usar máscara, ainda mais no Carnaval.
A mão dele apertou meu ombro. Minha mão apertou a cintura dele. sentado na areia, ele tirou da sunga mágica um pequeno envelope, um espelho redondo, uma gilette. Bateu quatro carreiras, cheirou duas, me estendeu a nota enroladinha de cem. Cheirei fundo, uma em cada narina. Lambeu o vidro, molhei as gengivas. Joga o espelho no mar pra Iemanjá, me disse. O espelho brilhou rodando no ar, e enquanto acompanhava o vôo fiquei com medo de olhar outra vez para ele. Porque se você pisca, quando torna a abrir os olhos o lindo pode ficar feio. Ou vice-versa. Olha pra mim, ele pediu. E eu olhei.
Brilhávamos, os dois, nos olhando sobre a areia. Te conheço de algum lugar, cara, ele disse, mas acho que é da minha cabeça mesmo. Não tem importância, eu falei. Ele falou não fale, depois me abraçou forte. Bem de perto, olhei a cara dele, que olhada assim não era bonita nem feia: de poros e pêlos, uma cara de verdade olhando bem de perto a cara de verdade que era a minha. A língua dele lambeu meu pescoço, minha língua entrou na orelha dele, depois se misturaram molhadas. Feito dois figos maduros apertados um contra o outro, as sementes vermelhas chocando-se com um ruído de dente contra dente.
Tiramos as roupas um do outro, depois rolamos na areia. Não vou perguntar teu nome, nem tua idade, teu telefone, teu signo ou endereço, ele disse. O mamilo duro dele na minha boca, a cabeça dura do meu pau dentro da mão dele. O que você mentir eu acredito, eu disse, que nem na marcha antiga de Carnaval. A gente foi rolando até onde as ondas quebravam para que a água lavasse e levasse o suor e a areia e a purpurina dos nossos corpos. A gente se apertou um conta o outro. A gente queria ficar apertado assim porque nos completávamos desse jeito, o corpo de um sendo a metade perdida do corpo do outro. Tão simples, tão clássico. A gente se afastou um pouco, só para ver melhor como eram bonitos nossos corpos nus de homens estendidos um ao lado do outro, iluminados pela fosforescência das ondas do mar. Plâncton, ele disse, é um bicho que brilha quando faz amor.
E brilhamos.
Mas vieram vindo, então, e eram muitos. Foge, gritei, estendendo o braço. Minha mão agarrou um espaço vazio. O pontapé nas costas fez com que me levantasse. Ele ficou no chão. Estavam todos em volta. Ai-ai, gritavam, olha as loucas. Olhando para baixo, vi os olhos dele muito abertos e sem nenhuma culpa entre as outras caras dos homens. A boca molhada afundando no meio duma massa escura, o brilho de um dente caído na areia. Quis tomá-lo pela mão, protegê-lo com meu corpo, mas sem querer estava sozinho e nu correndo pela areia molhada, os outros todos em volta, muito próximos.
Fechando os olhos então, como um filme contra as pálpebras, eu conseguia ver três imagens se sobrepondo. Primeiro o corpo suado dele, sambando, vindo em minha direção. Depois as Plêiades, feito uma raquete de tênis suspensa no céu lá em cima. E finalmente a queda lenta de um figo muito maduro, até esborrachar-se contra o chão em mil pedaços sangrentos.
Caio Fernando Abreu
Todo dia acordo começo ver linha do tempo do Facebook e noticias do dia e cada vez mais tenho certeza que o ser humano e hipócrita. Só acreditam na sua própria verdade. Não defendo lado A ou lado B cada um tem sua opinião e sua moral todos foram criado de formas diferentes mais engraçado e que todos Julgam sem olha para seu próprio nariz sempre que vou julgar ou dar minha opinião em algum eu olho para dentro de mim e reflito e vejo se não tenho uma opinião contraditória referente ao assunto. não adianta eu fala de um assunto e quanto acontecer com algum próximo a mim eu mudar de opinião isso e hipocrisia pura . Então antes de dar sua opinião ou julgar alguém olhe para dentro de você e pense no que você faria. Anônimo
Todo mundo sonha com aquele beijo made in Hollywood, que tira o fôlego e dá início a um romance incandescente. Pena que nem sempre isso aconteça na vida real. O primeiro beijo entre um casal costuma ser suave, investigativo, decente. Aos pouquinhos, no entanto, acende-se a labareda e as bocas dizem a que vieram. Existe um prazo para isso acontecer: entre cinco minutos depois do primeiro roçar de lábios até, no máximo, cinco dias. Neste espaço de tempo, ainda compreende-se que os beijos sejam vacilantes: tratam-se de duas pessoas criando um vínculo e testando suas reações. Mas se a decência persistir, não espere ver estrelinhas na etapa seguinte. A química não aconteceu. Martha Medeiros
TUDO COMEÇOU DE MANEIRA COMPLICADA...MAS COM O TEMPO PERCEBI UMA COISA QUE A TANTO TEMPO EU BUSCAVA...NÃO ERA FESTAS, NEM LUGARARES...SIMPLISMENTE UMA PESSOA COMO VC...TANTO É QUE CONVERSAMOS MUITO PARA "EU" CONSEGUIR CHEGAR ONDE EU QUERIA...E ONDE EU QUERIA CHEGAR..SABE ONDE ?SIMPLESMENTE ERA AQUELA PESSOA Q TANTO EU IMAGINAVA...SIMPLES...ESSA MESMA PESSOA NÃO ERA VAZIA COMO AS OUTRAS...FALAVAMOS A MESMA LINGUA MÁS DE MANEIRA DIFERENTE E TINHAMOS OS MESMOS OBJETIVOS...MAS ESSA PESSOA NÃO ACREDITOU NAS MINHAS PALAVRAS TALVEZ POR PENSAR QUE EU QUERIA SIMPLISMENTE UMA NOITE DE SEXO...E EU QUERIA CONHECE-LA MAIS JUSTAMENTE PARA NÃO MAGOAR ESSE CORAÇÃO TÃO PRECIOSO E SIMPLESMENTE PARA SER DIFERENTE E TUDO NO SEU TEMPO...DIFERENTE DE TUDO QUE EU JÁ TINHA VIVIDO.. NÃO SEI DIZER SE É AMOR ...PQ QUERIA CHEGAR DE MANEIRA TRANQUILA...VC NÃO IMAGINA A MUDANÇA Q VC FOI CAPAZ DE FAZER NA MINHA VIDA...POIS RECUSEI CONVITES PARA FESTAS...ME AFASTEI DE PESSOAS QUE VC JUGAVA SER PESSOAS CHATAS E QUE NÃO GOSTAVA DE VC...MAS JUSTAMENTE VC ME FALOU ALGUMAS PALAVRAS NAQUELA SEMANA QUE SIMPLESMENTE TUDO DEU ERRADO ...E DEPOIS DE LÁ MEU SORRISO NÃO É O MESMO...TALVEZ VC ACHE Q TENHA SIDO PALAVRAS "BOBAS" MAS NÃO FOI PQ AQUELA SEMANA ERA PRA TER SIDO A MELHOR PQ O MEU PRIMEIRO GRANDE TRABALHO TINHA SURGINDO DEPOIS DE 1 ANO DE ESPERA E EU SÓ QUERIA COMPARTILHAR ISSO COM VC...PQ VC ERA A PESSOA PERFEITA. Charles Chaplin
Tudo é incerto, a começar pela data da nossa morte. Incerto é nosso destino, pois, por mais que façamos escolhas, elas só se mostrarão acertadas ou desastrosas lá adiante, na hora do balanço final. Incertos são nossos amores, e por isso é tão importante sentir-se bem mesmo estando só. Enfim, incerta é a vida e tudo o que ela comporta. Somos aprendizes, somos novatos, mas beneficiários de uma dádiva: nascemos. Tivemos a chance de existir. De nos relacionar. De fazer tentativas. O sentido disso tudo? Fazer parte. Simplesmente fazer parte. Martha Medeiros
Um telefone toca num fim de tarde, começo de noite . . .
* Alô?
* Pronto.
Ele: - Voz estranha... Gripada?
Ela: - Faringite.
Ele: - Deve ser o sereno. No mínimo tá saindo todas as noites pra badalar.
Ela: - E se estivesse? Algum problema?
Ele: - Não, imagina! Agora, você é uma mulher livre.
Ela: - E você? Sua voz também está diferente. Faringite?
Ele: - Constipado.
Ela: - Constipado? Você nunca usou esta palavra na vida.
Ele: - A gente aprende.
Ela: - Tá vendo? A separação serviu para alguma coisa.
Ele: - Viver sozinho é bom. A gente cresce.
Ela: - Você sempre viveu sozinho. Até quando casado só fez o que quis.
Ele: - Maldade sua, pois deixei de lado várias coisas quando a gente se casou.
Ela: - Evidente! Só faltava você continuar rebolando nas discotecas com as amigas.
Ele: - Já você não abriu mão de nada. Não deixou de ver novela, passear no shopping,
comprar jóias, conversar ao telefone com as amigas durante horas.
. . . Silêncio . . .
Ela: - Comprar jóias? De onde você tirou essa idéia? A única coisa que comprei
em quinze anos de casamento foi um par de brincos.
Ele: - Quinze anos? Pensei que fosse bem menos.
Ela: - A memória dos homens é um caso de polícia!
Ele: - Mas conversar com as amigas no telefone ...
Ela: - Solidão, meu caro, cansaço ... Trabalhar fora, cuidar das crianças e ainda
preparar o jantar para o HERÓI que chega à noite... Convenhamos, não chega a
ser uma roda-gigante de emoções ...
Ele: - Você nunca reclamou disso.
Ela: - E você me perguntou alguma vez?
Ele: - Lá vem você de novo... As poucas coisas que eu achava que estavam certas...
Isso também era errado!?
Ela: - Evidente, a gente não conversava nunca ...
Ele: - Faltou diálogo, é isso? Na hora, ninguém fala nada. Aparece um impasse e
as mulheres não reclamam. Depois, dizem que Faltou diálogo.
As mulheres são de Marte !
Ela: - E vocês são de Saturno!
. . . Silêncio . . .
Ele: - E aí, como vai a vida?
Ela: - Nunca estive tão bem. Livre para pensar, ninguém pra Me dizer o que devo fazer ...
Ele: - E isso é bom?
Ela: - Pense o que quiser, mas quinze anos de jornada são de enlouquecer qualquer uma.
Ele: - Eu nunca fui autoritário!
Ela: - Também nunca foi compreensivo!
Ele: - Jamais dei a entender que era perfeito. Tenho minhas limitações como qualquer
mortal ...
Ela: - Limitado e omisso como qualquer mortal.
Ele: - Você nunca foi irônica.
Ela: - Isso a gente aprende também.
Ele: - Eu sempre te apoiei.
Ela: - Lógico. Se não me engano foi no segundo mês de casamento que você lavou a
única louça da tua vida. Um apoio inestimável ... Sinceramente, eu não sei o
que faria sem você? Ou você acha que fazer vinte caipirinhas numa tarde para um
bando de marmanjos que assistem ao jogo da Copa do Mundo era realmente
o meu grande objetivo na vida ?
Ele: - Do que você está falando?
Ela: - Ah, não lembra?
Ele: - Ana, eu detesto futebol.
Ela: - Ana!? Esqueceu meu nome também? Alexandre, você ficou louco?
Ele: - Alexandre? Meu nome é Ronaldo!
. . . Silêncio . . .
Ele: - De onde está falando?
Ela: - 2578 9922
Ele: - Não é o 2578 9222?
Ela: - Não.
Ele: - Ah, desculpe, foi engano.
Depois de um tempo ambos caem na gargalhada.
Ele: Quer dizer que você faz uma ótima caipirinha, hein?
Ela: - Modéstia à parte... Mas não gosto, prefiro vinho tinto.
Ele: - Mesmo? Vinho é a minha bebida preferida!
Ela: - E detesta futebol?
Ele: - Deus me livre... 22 caras correndo atrás de uma bola... Acho ridículo!
Ela: - Bem, você me dá licença, mas eu vou preparar o jantar.
Ele: - Que pena... O meu já está pronto. Risoto, minha especialidade!
Ela: - Mentira! É o meu prato predileto...
Ele: - Mesmo! Bem, a porção dá pra dois, e estou abrindo um Chianti também.
Você não gostaria de...
Ela: - Adoraria!
Ele dá o endereço.
... CUIDADO COM AS LINHAS CRUZADAS ...
Luis Fernando Verissimo
Você Nasce, tem uma vida de criança até aos 7 anos, depois dos 7 você começa a pagar pelo erro dos outros, você é até molestado, vai crescendo sem entender nada mas vai engolindo sua superfície, chega aos 10,11,12 você já se sente a pior pessoa do mundo por ter nascido, por não ter tido uma lição , moral , digna, escola, tudo você teve que aprender SÓ:
Aos, 13 anos você é negado
Dos , 14 aos 18 você vive no meio de alcoólatras
Aos, 19 você aprende a viver
Dos 20 aos 22 você tem as maiores decepções de sua vida
Aos 23 você regressa
Aos 24 de tanto tentar e não conseguir, você imagina se quer continuar a viver ou sei lá , tanto faz...
Desconhecido
Vou começar com uma pergunta boba
Será que dá pra gente voltar no tempo?
Ultimamente fico mal à toa
Tá sobrando apelo, faltando entendimento
Me desculpa se eu não entendi
Tá demorando pra ficha cair
Você com esse cabelo preto
Sorriso sem jeito
Foi chegando perto
Chegou perto demais
Em três ou quatro dias
Tava tudo tão perfeito
Dos meus problemas
Eu já nem me lembrava mais
Só queria você
Só pensava em você
Mas ainda tem coisas pra me arrepender
E eu vou dizer
Me arrependi de não ter te abraçado outra vez
Não ter te beijado uma última vez
Não ter te olhado outra vez
Ficar acordado até depois das seis
Só pra ver o sol nascer
Sonhar os sonhos mais loucos com você
E eu vou dizer
Desconhecido