"... porque o que quase foi não pode atrapalhar o que ainda pode ser.
(...) E de escolhas e de perdas é feita a nossa história. Não há nada que se possa fazer a não ser carregar por um tempo um peso sufocante de impotência: eu escolhi que aquele fosse o último abraço.
Agora é outra que se perde em ombros tão largos, tomara que ela não se perca tanto ao ponto de um dia não enxergar o quanto aquele abraço é o lado bom da vida.
(...) Aquele abraço era o lado bom da vida, mas para valorizá-lo eu precisava viver. E que irônico: pra viver eu precisava perdê-lo.
(...) Mas a realidade é que não gostamos desses tipos de filme fraco com final feliz, gostamos dos europeus "cult" onde na maioria das vezes as pessoas sofrem e perdem, assim como aconteceu com a gente."
Tati Bernardi
...Escolhas...
Houve um tempo em que havia uma garota, uma garota comum, como todas as outras, uma garota simpática, bonita, inteligente. Ela tinha toda a energia de sua juventude, ela era aparentemente feliz...
Porém, em seu interior, ela não estava satisfeita, ela não se sentia realizada, se sentia vazia por dentro. Ela considerava sua vida muito superficial, fútil... E ela estava cercada de pessoas superficiais e fúteis, ela se sentia perdida entre os outros, ela não se considerava parte daquela realidade.
Ela nunca tivera amigas verdadeiras, não conseguia gostar da pessoa certa, nunca tivera um amor correspondido. Ela estava se afastando cada vez mais de sua família, começou a ir mal na escola, ela não tinha como refrescar as idéias...
Ela queria sumir, ela queria fugir, desaparecer, esquecer, se livrar de tudo e de todos, para sempre...
E conseguiu, ela partiu lentamente, solitária, e muito triste, pois, apesar de tudo, amava suas amigas falsas, amava algum garoto errado e amava a família que não se importava com ela...
Amava a todos, mas partiu, partiu para um caminho sem volta, desapareceu sem deixar vestígios, era a sua decisão, sua escolha, e no seu coração não havia mais lugar para arrependimento, pesar ou remorso...
Numa triste manhã de outono, ela fechou os olhos e se entregou, sem testemunhas... Mas hoje o vento conta que durante esse breve momento ela chorou copiosamente, ela sofreu desesperadamente, mas mesmo assim se foi, se entregou, abatida, mas, ao mesmo tempo decidida, determinada...
Ela partiu para sempre, partiu eternamente, partiu em busca de felicidade, de amor, de compreensão...
E os que ficaram, aqueles mesmos, que ela tanto amava, que tanto estimava, eles realmente sentiram sua partida...
Mas se passou o tempo, a cura de todas as dores, se passaram dias, meses, anos, e ela passou a ser apenas uma vaga lembrança, uma personagem em fotografias, uma parte distante do passado...
Eles superaram a dor, superaram a perda, e continuaram seguindo sua vida, seguindo seu destino...
Mas ela... Ela não, ela havia decidido arriscar, tinha se revoltado contra o sistema, tinha decidido mudar, tudo para procurar uma felicidade completa, um amor incondicional, uma compreensão infinita...
E nunca ninguém pôde lhe perguntar se ela encontrou aquilo que buscava...
Desconhecido
E por um momento você se pergunta se está no lugar certo. Se fez a escolhas certas. E então você lembra que não existem escolhas certas, elas simplismente podem te fazer sentir que acertou o pulo mas com toda a certeza do universo te farão se arrepender de alguma forma quando for a hora. Infelizmente sou refém dessas escolhas, escolhas simples, as vezes, escolhas complicadas. Ambas me machucam, mas com o tempo, se o tempo permitir, todas as feridas não machucarão mais. Anônimo
E não entendo tipo de vida sem graça,onde as escolhas são sempre sofridas,onde a paz nunca perpetua,trazendo em forma de furacão que devassa sentimentos tao lindos os tornando apenas esquecimento.Eu não entendo , um mundo feito de poderes,onde o que mais se conta são as vestes e pouco importa a alma,ha como eu não entendo.Eu não entendo,se a vida e como uma matemática onde o dobro sempre sera o dobro,ainda ha pessoas que pensam que a vida e impar! Como não entendo ! Desconhecido
Escolhas..
Você pode escolher o que quer da sua vida...
Você pode escolher fazer alguém feliz...
Você pode escolher algo em que acreditar...
Você pode escolher fazer alguém acreditar...
Você pode escolher quem são as pessoas que vc quer perto...
E as que você quer distância...
Você pode escolher perdoar...
Você pode escolher o que quiser...
Você pode escolher o que quer da sua vida!!!
Mas escolha não escolher nada... sem perguntar primeiro se a sua escolha faz parte dos planos dEle para vc... Pois foi ELE quem te escolheu primeiro!!!
Desconhecido
Na vida temos que fazer escolhas, não existe renunciar a fazer isso... Você esta condenado a elas, e suas escolhas que fazem você. Quando um dia se perguntar o porque dos acontecimentos bons ou ruins de sua vida, tem que deixar claro para você mesmo, que quem chegou a isso foi você, temos opção de mudar a nossa vida, e traçar uma nova historia, só depende de você. Só depende de Atitude e muita força de vontade, estamos destinados a morte e só disso não tem como negar e nem mesmo fugir. eu
Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é. Lógico que se deve reavaliar decisões e trocar de caminho: ninguém é o mesmo para sempre. Mas que essas mudanças de rota venham para acrescentar, e não para anular a vivência do caminho anteriormente percorrido. A estrada é longa e o tempo é curto. Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as consequências destas ações. Lembrem-se: suas escolhas têm 50% de chance de darem certo, mas também 50% de chance de darem errado. A escolha é sua... Pedro Bial
O MOMENTO DA ESCOLHA DA PROFISSÃO
Escolhas são caminhos bifurcados que encontramos todos os dias, na nossa vida. As escolhas não precisam ser sempre difíceis, embora a cada uma corresponda uma renúncia. Quando não há dinheiro para tudo, há que decidir por uma ou algumas dentre as várias coisas que se pretenda comprar. Quando se vai a um restaurante, um prato. Quando se sai de casa, um caminho. E assim sucessivamente.
A dificuldade de fazer escolhas relacionadas à carreira está no fato de que, muitas vezes, os filhos desejam seguir áreas novas que os pais conhecem pouco e por isso temem que não proporcionem solidez, no futuro. Ainda há pais que acreditam, como foi no passado, que os cursos que importam são medicina, direito e engenharia. Os jovens querem ousar. Turismo, publicidade, gestão de pessoas, meio ambiente, tecnologia, design, culinária, artes, são áreas sedutoras e atraem um número cada vez maior de jovens. E por serem novas, não significa que remuneram menos que a advocacia, odontologia ou administração.
A conversa em família, para a decisão do curso, deve levar em conta questões como o prazer, a aptidão e a oportunidade. O prazer é essencial. A profissão será a companheira diuturna, e não se escolhe para viver e conviver algo que não se aprecie. A aptidão é demonstrada em toda a vida escolar. Não basta que os pais queiram que o filho seja médico, piloto de avião ou ator de cinema. É preciso aptidão. E a oportunidade está ligada ao mercado de trabalho. Um pai que tem uma grande organização pode preparar o seu filho para comandá-la. Pais que sejam advogados bem sucedidos terão mais facilidade para abrir o mercado para os filhos. Um dono de jornal já tem espaço para o filho jornalista. Isto não é regra. É oportunidade.
A constatação mais importante: as pessoas não podem mais parar de estudar, senão envelhecem para o mercado, fenecem e morrem. A assertiva do passado, de que bom era ingressar em uma organização e trabalhar nela por toda a vida, não é mais a regra. As pessoas mudam de empresa e de área de atuação e por isso mesmo devem estar preparadas para essas mudanças.
Mesmo escolhas difíceis podem ser prazerosas, quando os atores do processo são respeitados. Os pais não devem assumir a decisão. A carreira é dos filhos, e a decisão tem que ser deles. Isso não significa que não possam orientá-los e até convencê-los do que julgam ser o melhor.
Depois da escolha, o que importa é estudar. E muito - o mercado carece de profissionais competentes, que tenham visão do mundo e da área em que atuam, e para isso a leitura é essencial. A capacidade de trabalhar em grupo e de resolver problemas também. E tudo isso ajuda a chegar ao essencial: um profissional competente e bem sucedido é antes de qualquer coisa um profissional feliz.
Jornal Shopping News, 20/10/2007
Gabriel Chalita
O PODER DE NOSSAS ESCOLHAS
Coisas ruins não são o pior que pode nos acontecer. O que de pior pode nos acontecer é NADA.
Uma vida fácil nada nos ensina. No fim, é o que aprendemos o que importa: o que aprendemos e como nos desenvolvemos.
Traçamos nossas vidas pelo poder de nossas escolhas. Quando nossas escolhas são feitas passivamente, quando não somos nós mesmos que traçamos nossas vidas, nos sentimos frustrados.
Uma pequena mudança hoje pode acarretar-nos um amanhã profundamente diferente. São grandes as recompensas para aqueles que têm a coragem de mudar, mas essas recompensas acham-se ocultas pelo tempo.
Geramos nossos próprios meios. Obtemos exatamente aquilo pelo que lutamos. Somos responsáveis pela vida que nó próprios criamos. Quem terá a culpa, a quem cabe o louvor, senão a nós mesmos? Quem pode mudar nossas vidas, a qualquer tempo, senão nós mesmos?
Deus sabe que isto é verdade
Richard Bach
Somos feitos de escolhas, umas boas, outras nem tanto. Por vezes seguimos a voz do coração outras a da razão, isso quando temos que fazer escolhas onde não há alternarivas, e igual aquela situação de "é pegar ou largar", aí é que mora o perigo,de se julgar obrigado a lançar mão do que não nos apraz;
Quando o tempo estiver favorável, navegue livre nas asas da imaginação, quando o tempo virar, recue e aguarde a tormenta passar, para daí ent/ão voltar a voar e caminhar na certeza do rumo a seguir;
A fé sempre testa nossas convicções antes de estender sua mão e nos convidar a ocupar o lugar que nos é destinado.
Faça o dia e o tempo!
Namastê!.
antonio carlos
Tudo são escolhas...
O momento que vivemos, os
que passamos,e ainda os que
porvir estão. São coisas que fizemos, por escolha, ou por
escolha decidimos deixar de fazer; frutos de uma ação bem pensada, ou de um ato desesperado.
Se ruim, reclamamos, e reclamar também é uma escolha; Se bom, agradecemos, até aqui existe escolhas.
Aquele que ao ver o horizonte vai ao seu encontro abre um leque de opções, escolhas que deverá fazer, e que gerarão frutos, bons ou ruins, mas serão frutos da escolha de sair da imobilidade para o objetivo.
Aquele que se senta na porta
de sua casa e deixa o sol passar sobre sua cabeça, assim
escolheu; decerto que a contemplação gera frutos que
o ouro não pode comprar, mas um destes frutos é a solidão absoluta.
Escolher, seguir, não retornar, e retornar quando necessário.
Até mesmo depois da escolha feita outra escolha se abre.
Pergunto-me: Onde está a ultima escolha e a porta final?
Será que lá estará a felicidade que tantas línguas professam e
que tanta literatura descreve?
Como disse o sábio: “Só sei que nada sei.”
Pois quanto mais cavo no solo do saber, mais longe me parece
o entendimento completo, e até as coisas simples mostram-se
profundamente complexas.
Mas continuar na busca de respostas é uma escolha...
Tudo são escolhas...
Desconhecido
Uma Criança Com Seu Olhar
Existe um dom natural que todos temos
Nossas escolhas vão dizer pra onde iremos
Mas se for pra falar de algo bom
Eu sempre vou lembrar de você
Difícil não lembrar do que nunca se esqueceu
Fácil perceber que o seu amor é meu
Difícil não lembrar do que nunca se esqueceu
Fácil perceber que o meu amor é seu
Eu quero estar amanhã ao seu lado quando você acordar
Eu quero estar amanhã sossegado e continuar a te amar
Eu quero um sonho realizado, uma criança com seu
olhar
Eu quero estar sempre ao seu lado, você me traz paz
Armadilhas do tempo são como o vento, levando as folhas
para lugares distantes,
O meu pensamento é o mesmo que o seu,
Mas hoje o meu coração bate mais forte que antes
Certa vez na história,
eu vim de muito longe só pra ver você,
Fui pra muito longe pra encontrar você,
Eu te entreguei minha alma
Charlie Brown Jr
Voces podem escolher culpar as circunstancias do destino, o azar, as más escolhas ou podem lutar.
As coisas nem sempre serão justas no mundo real, mas a vida é assim. E geralmente voce colhe o que der.
O que é pior, não ter tudo o que voce deseja ou ter e descobrir que não é suficiente?
O resto da sua vida esta sendo moldado agora, com os sonhos que voce buscar, as escolhas que voce fizer e a pessoa que voce decidir ser.
Muitas vezes na vida voce vai ter medo. Ter medo é normal, mas se voce não enfrentar esse medo corre o rico de perder muitas coisas bonitas.
O resto da vida é muito tempo. O resto da sua vida está começando agora.
One Tree Hill
Você sabe que faz as pessoas tremerem a voz. Você sabe que deixa apenas duas escolhas pras pessoas: te idolatrar ou sair correndo. E como eu não sou mulher de correr da dor, deixo ela entrar as pouquinhos, esbugalhar meus sentidos, enfraquecer meu orgulho. Quando vejo, estou calada novamente, ouvindo o que você não diz e vendo o que você não faz. Apenas curtindo a limitação profunda e gigantesca da sua beleza esmagadora. Feliz em ser uma formiga que carrega milhões de plantas nas costas só para ver algum esforço meu alimentando você. Tati Bernardi