É tudo por ela...
Às vezes tenho medo de amar
Pois com o amor vem o medo de perder algo que se tornou essencial
Temo ficar bobo, inconsequente de maneira fatal
Blindo o coração tentando me autopreservar.
Não me dou conta que esse blindagem é nula
Quando vem a paixão, qualquer barreira é ignorada
Acabo sendo pego desprevenido, minha mente é enfeitiçada
Ter a pessoa amada se torna prioridade, a insegurança deixa minha alma trêmula.
Os momentos com a pessoa amada, mesmo que supérfluos, são encantadores
Os minutos passam como segundos
A mera imaginação do sorriso dela me proporciona sonhos lindos
Qualquer dúvida sobre a reciprocidade disso tudo me desperta profundos temores.
Os medos acabam poluindo meus atos
Mas mesmo ciente da fragilidade que o sentimento me causa,
Eu o quero, eu a quero, a todo custo, sua imagem passa pela minha cabeça sem pausa
Acabo prejudicando a magia do sentimento por medos que afastam minha mente dos fatos.
Percebo que, sim, eu estou tonto
Não sabia como era bom amar alguém, agora que descobri não sei o que fazer
Sinto necessidade de a ter comigo pra sempre, não quero a perder
Queria que ela soubesse que faço tudo por ela, mas às vezes erro, não acerto o ponto.
Errando ou acertando, saiba, meu amor,
Que faço tudo pra ter a possibilidade de continuar a te fazer sorrir,
Quero que ao você pensar no que sinto por você, sinta sua alma leve ao dormir.
Na alegria ou na tristeza, o que mais quero é sentir seu calor.
Um grande beijo e todo o carinho do mundo à essa pessoa que me cativou! Anônimo