Às vezes paro, penso, analiso o mundo, e chego à conclusão que ainda se tem razão pra viver. De repente me vem o toque, sim ainda tem, você. Desconhecido