Cada poema é uma garrafa de náufrago jogada às águas... Quem a encontra, salva-se a si mesmo. Mario Quintana