“Porque a poesia purifica a alma
...e um belo poema — ainda que de Deus se aparte —
um belo poema sempre leva a Deus!”
Texto extraído do livro "Nova Antologia Poética", Editora Globo - São Paulo, 1998, pág. 105. Mario Quintana